sábado, 3 de abril de 2010

Tuntum no século XIX: A Gênese.


Tuntum é um município maranhense situado na mesorregião Centro-maranhense, incluído na microrregião do Alto Mearim e Grajaú, dista aproximadamente 370km da capital São Luís, contando com uma população em torno de 40.000 habitantes.

Pouco se conhece sobre sua história, e praticamente não há trabalhos científicos consistentes sobre o município, salvo algumas monografias e algumas referências em alguns trabalhos de historiadores regionais.

De acordo com estudos realizados por esse humilde escriba, o território que corresponde ao atual município, fora inicialmente, povoado por nativos das tribos Canelas e Guajajaras, além de outros. Mas a colonização branca em terras tuntuenses remonta as primeiras década do século XIX. Nessa época suas terras estavam incluídas no termo de Pastos Bons, que foram sucessivamente passando a jurisdição de Chapada (Grajaú), Barra do Corda, Presidente Dutra e, finalmente, Tuntum.

Inicialmente, a ocupação foi promovida por perseguidos políticos durante as guerras ocorridas no processo de construção do Estado Nacional, desde a Insurreição Pernambucana de 1817, passando pelas As Guerras de Indepedência e no pós-indepedência, quando da Confederação do Equador, e em momento posterior, durante a Balaiada. Durante tais períodos de instabilidade político-social, inúmeras famílas se exilavam na densa floresta do sertão maranhense, buscando o refúgio e a tranquilidade, onde pudessem viver longe da repressão promovida pelas tropas oficiais, e também colacar em prática os ideais liberais.

Outro fator explicativo para compreender a ocupação de nossas paragens e, evidentemente, indissociável de nossa história é o fenômeno das secas periódicas vividas pelos demais estados nordestinos, cujos filhos em sua grande maioria buscavam as atrativas e férteis solos maranhenses, drenados por caudalosos rios e com índice pluviométrico fabuloso.

Segundo nossos estudos teria sido o Arraial do Campo Largo o primeiro núcleo de povoamento do município de Tuntum, por volta de 1825, uma década antes de Melo Uchôa estbelecer Barra do Corda. Antes portal de entrada pelo rio Alpercatas para desbravadores e boiadeiros, hoje o Campo Largo se resume a meia dúzia de casas e relegado ao esquecimento de sua importância histórica e ao isolamento, fruto da ingerência de nosso gestores municipais.

Casa de taipa coberta de palha, no Campo Largo. ProfºJean Carlos e profº Jailton em companhia de uma família descendentes dos primeiros habtantes do lugar.

Por Jean Carlos Gonçalves

24 comentários:

  1. isso td é mentira! o professor jean e jailton não tem nada a ver... os primeiros foram os bentivis em 1826 - na região atual de são joaquim... é babaquisse falar desses míseros "historiadores" de tuntum!

    macedo

    ResponderExcluir
  2. Profº Jean Carlos Gonçalves.6 de abril de 2010 10:15

    Senhor Macedo,
    Em pimeiro lugar gostaria de exigir respeito, pois todo o material que coloquei a disposição daqueles que se interessam pela nossa história foi resultado de pesquisa séria, documentada. Quem lê o a obra de Carlota Carvalho - "O SERTÃO" (p.101) descobrirá que não escrevi de forma irresposável. Este POST publicado pelo nobre Deusimar Lobão foi retirado de um outro blog de minha autoria intitulado TUNTUM EM FOCO, como a linguagem na internet é desprendida não tive preocupação no rigor da escrita e nem tampouco citei as referências consultadas, visto que a nossa preocupação é ser sucinto, objetivo, escrevendo, a partir de uma linguagem acessível. Não se trata, portanto, de texto cientínfico, apenas informativo. Apresento aqui a minha fonte. Apresente a tua. Afinal de que "bentivis em 1826 - na região atual de são joaquim" você fala?
    Tu te referes aos bentivis da Balaiada (1831-1841)? À República dos Pastos Bons (1829)? Tu sabes quando tal nomenclatura surgiu? Cuidado!VAMOS DEBATER O ASSUNTO e contribuir para uma melhor representação de nossa constituição histórica. Vamos lá! Apresente argumentos lógicos. Te desafio. Enquanto isso não acontece, quero que saibas: MÍSERO ÉS TU, que jugas quem não conheces, isto sim é DESPRESÍVEL. Conheça primeiramente o meu trabalho, para concluir algo sobre mim. Estou aberto às críticas, não a deboches de quem usa pseudos para atacar pessoas isentas da irracionalidade de seu agressor.
    Profº Jean Carlos Gonçalves.

    ResponderExcluir
  3. Esse Jean é um idiota metido a sábio.

    ResponderExcluir
  4. Profº Jean Carlos Gonçalves6 de abril de 2010 18:33

    Idiota é quem julga sem conhecer. É o alienado que vive à sombra dos outros, cujo o único mérito é bajular.
    Não importo sobre teu conceito em relação a minha pessoa, pois tenho certeza que vc não é uma pessoa de boa índole, porque se o fosse não faria comentário tão leviano. O que me conforta é que as pessoas de bem desta cidade me respeitam. E pessoas medíocres como vc sequer tem coragem de assumir a verdadeira identidade, fica nas trincheiras virtuais para fazer colacações insanas. Adquiri o respeito das pessoas com trabalho,sem precisar bajular ninguém. Nunca tive emprego dado por político. Os que conquistei sempre foi através de concurso público e de forma incontestável. Lamento muito se isto incomoda vc . Meus pésames...meus sentimentos e condolências...

    ResponderExcluir
  5. caro jean, vc se aproveita pq é amigo de alguns partidários... aprenda pelo menos escrever a língua portuguesa de forma correta, ou seja, a grafia! daí poderemos discutir! pare de ficar se amostrando e inventando moda! vc não passa de um cidadão de tuntum que não sabe onde fica a Tasmânia!

    obs: vc conquistou uma vaga para professor de filosofia (e nem é graduado na área) em 2004/2005 pelo bandeirantes às custas do alan noleto! e agora, vai falar o q?

    carol - centro

    ResponderExcluir
  6. Mistura de pronomes ("tu" e "você"). "Despresível" em vez de desprezível, erros de regências e de concordâncias.

    Contudo, Jean tem apresentado um trabalho interessante. Merece respeito!

    ResponderExcluir
  7. que coisa feia! tinha gente com graduação em filosofia e ficou de fora... agora o jean (que se diz historiador) ganhou à vaga por causa do rigo teles em barra do corda (sede da regional).
    e agora, o que vc vai falar?

    marcelo doido - tuntum

    ResponderExcluir
  8. JEAN CARLOS GONÇALVES:
    1º lugar no concuso público municipal de Santa Filomena em 2008 Professor de HISTÓRIA
    1º lugar no concuso público municipal de Tuntum em 2008- PROFESSOR DE HISTÓRIA.Jean CARLOS JÁ PEDIU EXONERAÇÃO DESTE ÚLTIMO, para assumir o Concurso do Estado do Maranhão para professor do ensino médio, lotado do Bandeirantes sim, mas com a disciplina de HISTÓRA.
    1º lugar no processo seletivo para professor também da rede estadual lotado no Isaac Maritns, com 12 aulas semanais de HISTÓRIA e complemetada com 4 aulas de Filosofia.
    Não sabia que um ex-vereador da oposição era tão poderoso a ponto de "dar" emprego para um amigo. Teria o Alan Noleto comprado a renomada Carlos Chagas? Quanta leviandade.
    Vão ter que engolir.

    ResponderExcluir
  9. Caríssimo Professor Jean,
    Esta debate não nexo, encerre-o. Os que o criticam não conseguem escrever além de medíocres comentários.
    Em Tuntum é assim mesmo, a inveja e maledicência fazem parte do cotidiano de muitos. Uma tristeza.

    ResponderExcluir
  10. Jean Carlos Gonçalves.9 de abril de 2010 10:50

    A linguagem da net é desprendida da norma culta de nossa língua. Neste caso, o que importa é que haja comunição - o emissor fala o receptor compreende. E mesmo somos passíveis de erros e, portanto, temos que sermos humilmes para reconhecê-los.

    ResponderExcluir
  11. caros leitores, o jean foi escolhido para o cargo de professor de filosofia na forma de contrato e não por concurso! QUE FIQUE CLARO QUE O ALAN NOLETO LIGOU PARA O RIGO E FISGOU ESSA VAG PARA PROFESSOR EM 2004/2005! pois o que importa é ter padrinhos, e não, competência! e é feio escrever a nossa língua materna de forma errônea tanto na net como em outas forma de comunication!

    prof alcides

    ResponderExcluir
  12. FORA JEAN E OLIGARQUIA CUNHA DE TUNTUM!
    FORA JEAN E OLIGARQUIA CUNHA DE TUNTUM!
    FORA JEAN E OLIGARQUIA CUNHA DE TUNTUM!
    FORA JEAN E OLIGARQUIA CUNHA DE TUNTUM!
    FORA JEAN E OLIGARQUIA CUNHA DE TUNTUM!

    CÉLIO

    ResponderExcluir
  13. Fazer fofoca, jogar a culpa em um colega, usar o nome do gestor para conseguir alguma coisa ou ir a reuniões com conchavos costurados previamente. Atitudes como essas se repetem diariamente no trabalho na cidade de tuntum e têm em comum o comportamento desleal: alguém avançou o sinal para obter algum benefício pessoal. Em parte dos casos, as pessoas fazem isso conscientemente. Em outros, nem percebem a gravidade de suas ações. “Todo mundo se envolve, em maior ou menor escala”, afirma o prof. Titico. E isso se reflete na pessoa do jean - que conseguiu um emprego de professor de filosofia - e de tantas outras em tuntum. Isso é uma pena para nós, cidadãos tuntunenses, pois muitos conterrâneos vão embora porque não possuem oportunidades - não participam das "panelinhas". Contudo, fica aqui à nossa indignação!

    paulo da piçarra - tuntum

    ResponderExcluir
  14. A verdade é que muitos tém inveja do grande profissional jean carlos, muitos queriam ter sua competência e não possuem.
    Não conheço professor jean sua pessoa.
    mas vejo seu trabalho, muito bom por sinal, e tenho certeza que você irá marcar a história da nossa cidade.
    Muitas são as críticas mas ainda maiores serão os elogios.
    Não leve em pezar o que alguns pobres invejosos falam de seu respeito. Esses são seus maiores fãs.
    Acompanham seu trabalho de perto e se espantam como você e valente.
    Afinal o mais competente professor da cidade merece crédito!



    Fernando L C

    ResponderExcluir
  15. fernandão! fernandão!
    o comentarista?????????????????????????????

    diminui a patente e aumenta o salário!

    ResponderExcluir
  16. fernando meu fie curige ese teu purtugés qi ele ta mais serto qi a adiminitrasão do xicu cunha!

    tu podi ate istuda matematica mais ten qi pelo meno iscreve direito!
    asim não pode, asim não da!
    e quanto ao profesor jean nem si fala, tenta pareçer inteligenti mais não sabi di nada!

    prufesor Dej. Santos

    ResponderExcluir
  17. Fernando L C
    Muito Obrigado pela solidadriedade.
    Talvez as pessoas que atribuíram um perfil tão incondizente com o meu caráter, estejam confundindo o Jean Carlos com outro Jean. Quem conhece o Jean Carlos, sabe de sua coerência entre discurso e prática. Comecei minha trajetória como professor em 2001. Saí da casa de minha mãe na rua Eugênio Barros para morar numa pequena localidade do município de Santa Filomena (MARIBINDO), pois naquela oportunidade foi aprovado no Concurso Público do referido município. Quem me conhece sabe que num ocupei uma função se quer, devido a conchavos. Quem tem autoridade de fato para falar da minha ídole são as pessoas que me conhecem de fato e, sobretudo, meus alunos. Nunca em minha vida, ministrei aulas de Filosofia. Este ano vou trabalhar 4 aulas semanais para completar a carga horária. Algumas pessoas não conseguem admitir os méritos de quem nunca sobreviveu parasitando às sombras do políticos locais. Sempre busquei minha autonomia e analisar os aspectos da realidade sem laços de dependência. Isso evidentemente incomoda pessoas mal amadas e/ou mal contempladas pelos seus bajulados. Obrigado!

    ResponderExcluir
  18. Nunca conseguiu um emprego através de politico porque sempre teve do lado errado. Mas tava doido para o Pires ganhar p pegar um boquinha. Tem inveja dos que estão sempre na mamata e tu não consegue nada e nem vai conseguir tão cedo. E pra encerrar: professor de História ou de qualquer disciplina tem q escrever correto em qualquer lugar. A net é uma desculpa para seus erros ortográficos.

    ResponderExcluir
  19. Fiquei pasma ao ver como as pessoas (em sua maioria) que visitam esse blog e comentam não passam de invejosos, eu fui aluna do Profº Jean Carlos no Bandeirante e posso sim falar dele enquanto profissional, ele é simplesmente o melhor professor de história desse município, uma pessoa imparcial, crítica e muito muito competente. Pessoas assim não precisam de mamata, pois tem competencia para ser APROVADO E EM PRIMEIRO LUGAR EM VÁRIOS CONCURSOS PÚBLICOS. Inveja dos que estão sempre na mamata foi o cúmulo, são esses mesmos que estão perdendo os empregos caso não tenham sido aprovado neste último concurso municipal. Gente vão estudar, parem com essas insanidades e sejam independentes, inteligentes e capazes de crescer na vida sem conchavos políticos.
    PROFº JEAN CARLOS, ENQUANTO ESSES POBRES AÍ LHE CRITICAM, SAIBA QUE MUITOS E MUITOS SÃO OS QUE LHE ADMIRAM E SÃO GRATOS PELA CONTRIBUIÇÃO QUE VOCÊ NOS DEU, ENQUANTO EDUCADOR E FORMADOR DE CIDADÃOS CRÍTICOS, O MELHOR PEOFESSOR DE HISTÓRIA DESSE MUNICÍPIO.

    ResponderExcluir
  20. Mas, pra quem fez o comentário, onde fica mesmo a Tasmânia?

    ResponderExcluir
  21. ONDE FICA A TASMÂNIA?

    ResponderExcluir
  22. A Tasmânia (Tasmania em inglês) é uma ilha e um estado australiano situado a 240 km da costa sudeste da Austrália.

    Sua superfície é de 65 022 km² e ela contava, em 2002, com uma população de 474 000 habitantes, sendo seu crescimento vegetativo 1,1%.

    Hobart é a capital e a maior cidade da Tasmânia. Os outros grandes centros populacionais são Launceston, Devonport e Burnie.

    JÁ O PROF. JEAN NÃO SABE!!! KKK!!!

    ResponderExcluir
  23. Cara eu vin pesquisa sobre tuntum mas o que eu emcomtre foi muinto melho bom blog essa decussão e maneira.
    Acabei descubrino coisa depessoas que eu ja tinha ouvido fala
    Assinado:Ricardo
    Fasendo? Trabalho da Escola
    O Que vio Um bando e besta brigano por minhoca...

    ResponderExcluir
  24. derrr
    q é issoo???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    ResponderExcluir