sábado, 14 de dezembro de 2019

Prefeito Tema e deputada Daniella Tema premiam alunos do projeto Soletrando em Tuntum



O prefeito de Tuntum, Dr. Tema ao lado da deputada estadual Daniella Tema, entregaram na última sexta-feira (13), a premiação para os alunos do Projeto Soletrando do Colégio Bandeirantes. Os alunos, Gabi Cardoso, Khaleb Feitosa e Mari Cunha foram os vencedores do projeto e receberam a premição no valor de 4 mil reais.

O Projeto Soletrando do Colégio Estadual Bandeirantes, inspirado no programa Caldeirão Huck da Rede Globo acontece pelo segundo ano consecutivo envolvendo 450 alunos da sede, 120 alunos do Povoado São Lourenço e 90 estudantes do colégio no Povoado Creoli do Bina.

"Este projeto é um estímulo para que nós alunos pratiquemos o hábito da leitura. Agradeço as nossas professoras pelo apoio e por nos acompanhar dia a dia na escola. Ao prefeito Tema e a nossa deputada Daniella pelo reconhecimento e premiação destinada aos vencedores", agradececeu Gabi Cardoso, aluna vencedora do soletrando.

Para o prefeito Tema, o Projeto Soletrando é um exemplo a ser seguido pelas demais escolas e reafirmou seu compromisso pela educação.

"A escola Bandeirantes está de parabéns por envolver todos os seus alunos neste projeto maravilhoso de estímulo a leitura contribuindo para o avanço da Educação. Um exemplo que merece ser seguido por todos. Parabéns aos professores e alunos, nosso compromisso é pelo desenvolvimento da educação", parabenizou o prefeito Dr. Tema.


AGORA É PRA VALER: Empresário Dida Tio Luís é o candidato do grupo do prefeito Dr. Tema

Dida Tio Luís

O empresário Dida Tio Luís acabou de confirmar ao blog do Lobão que é o pré-candidato a prefeito de Tuntum pelo grupo do prefeito Dr. Tema. A decisão foi tomada agora pouco em uma reunião entre ele, Dr. Tema e amigos. 

Ele afirmou ao blog que tudo está favorável ao seu nome, por isso decidiu repensar e aceitar o convite, principalmente depois que todo grupo e a população demonstraram ilimitado apoio a sua indicação, inclusive pedindo sua volta imediata como legítimo pré-candidato. Para as principais lideranças políticas do município, inclusive o prefeito Dr. Tema, Dida é o único que tem capacidade de agregar todo o grupo em torno de seu nome.  Daqui a pouco mais informações...

Flávio Dino afasta coronel que permitiu que o filho dirigisse veículo da PM sem identificação e CNH




O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), agiu rápido e determinou o afastamento do coronel Marco Antônio Terra Shutz de suas funções. No dia 4 de dezembro, o filho do militar foi liberado de uma blitz, em São Luís, e, além disso, deixou a barreira policial dirigindo uma viatura da Polícia Militar, que estava sem identificação.

Na decisão, Dino classifica o fato como “violação dos preceitos da ética policial-militar”.

Além disso, o documento assinado pelo governador menciona que o “militar permitiu que pessoa estranha à corporação fizesse uso, em proveito próprio e sem observância das formalidades legais, de viatura policial integrante do patrimônio do estado do Maranhão, inclusive com a retirada da plotagem de identificação da Polícia Militar”.

Dino também determinou que a PM do estado “adote as providências necessárias a fim de que seja instaurado o Conselho de Justificação a que deve ser submetido o militar”.

Abordagem

O filho do coronel, que não teve a sua identidade revelada, foi abordado por policiais quando dirigia uma caminhonete. Depois de mostrar os documentos, os policiais descobriram que o rapaz não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, os PMs também viram que o veículo conduzido pelo rapaz pertencia à própria Polícia Militar, pois o adesivo que deveria estar colado no carro havia sido arrancado.

Os policiais militares já estavam prontos para encaminhar o filho do coronel para a delegacia, mas ele foi liberado e saiu dirigindo o carro da PM que estava descaracterizado.

Veja a decisão de Flávio Dino

Com informações da Fórum

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Índio Guajajara é morto à paulada

Índio Guajajara é morto à pauladaARQUIVO
A Polícia Civil do Maranhão, através da 15º Delegacia Regional de Barra do Corda, elucidou um crime de homicídio qualificado, ocorrido na madrugada do dia 01 de dezembro de 2019 do corrente ano, na Aldeia Cururu, Zona Rural da cidade de Arame/MA, tendo como vítima o indígena Jose Rosa Avelino Guajajara de apenas 14 anos de idade.
Após o crime, a polícia passou a efetuar diligencias e identificou o autor do homicídio, bem como representou pela prisão preventiva de Clovis Sousa Guajajara.
De posse do mandado, a Polícia Civil de Barra do Corda com o apoio da equipe de captura da Delegacia de Arame/MA, prendeu Clovis Guajajara e o encaminhou para a UPR de Grajaú/MA, onde ficará à disposição da Justiça.
Fonte: Depol/Arame

Da Veja: Carlos Bolsonaro ficou semanas sem se comunicar com o pai, que chorou


Pouco depois de tomar posse, o presidente Jair Bolsonaro queixou-se das muitas tarefas que seu cargo impunha. E admitiu que não havia se preparado para enfrentá-las. Sua vocação era a farda, ele disse. E pelos próximos quatro anos, pelo menos, seria obrigado a lidar com assuntos dos quais pouco ou nada entende.
Foi uma rara confissão, principalmente porque partiu de um presidente. Da safra de generais-presidentes da ditadura militar de 64, só João Batista Figueiredo, o último, reconheceu seu desconforto com o cargo. Disse que gostava mais do cheiro de cavalos do que do cheiro do povo. Deixou o governo pelas portas dos fundos.
Bolsonaro chega ao fim do seu primeiro ano de governo com problemas físicos, mentais e à beira da exaustão. Queixa-se de dormir pouco, quase sempre se refugiando de madrugada no closet do seu quatro no Palácio da Alvorada para consultar as redes sociais e, se necessário, transmitir ordens a seus auxiliares.
Ainda não se recuperou plenamente das consequências da facada que levou em Juiz de Fora em 6 de setembro do ano passado. Sente dores vez por outra. Causa-lhe incômodo o artefato que lhe puseram no abdómen quando o costuraram da última vez. Assim como o uso frequente de um colete à prova de bala em cerimônias públicas.
Faltam-lhe paciência e concentração para a leitura de documentos, mas não só para tal. A leitura jamais foi seu forte. Simplesmente não gosta de ler, e é obrigado a ler, no mínimo, os documentos que assina. É muito zeloso quanto a isso. Seus assessores costumam sumarizar tudo o que submetem ao seu exame.
Por falta de hábito, e cuidado com a saúde, evita reuniões fora do horário estrito do expediente no Palácio do Planalto. Recebe poucas pessoas no Palácio da Alvorada. Sua mulher, Michelle, zela por seu sossego, só interrompido em casos de emergência ou quando ele, Bolsonaro, ansioso por natureza, o interrompe.
Os filhos são motivo de preocupação constante do presidente. Um deles mais do que os outros: Carlos, o Zero Dois, vereador no Rio de Janeiro, e dono das senhas do pai nas redes sociais. Carlos é o mais imprevisível dos três. E o mais instável. Recentemente, ficou semanas sem se comunicar com Bolsonaro. Que chorou por isso.
A Secretaria de Comunicação Social da presidência da República ainda não disse onde Bolsonaro e a família se refugiarão no período das festas do fim de ano. Nem quantos dias ficarão fora de Brasília. Antes disso se saberá se as manchas encontradas no corpo de Bolsonaro são ou não sinais de câncer de pele. Por Ricardo Noblat, da VEJA

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

CONVITE: Movimento Muda Barra do Corda


Grande Reunião do Movimento Muda Barra do Corda!
Dia: 13 de dezembro (sexta-feira)

Público:
- A juventude Cordina, lideranças de bairros
- Pré-candidatos a vereador
- Os desportistas

Local: Chácara do empresário Matos Almeida (ao lado do restaurante Toca do Peixe)
Dia: 13 de dezembro (sexta-feira)
Horário: 19:30h

Entre em contato conosco através dos canais abaixo ou com nossos apoiadores.

Site: mudabdc.com.br
Facebook: Muda Barra do Corda
Instagram: muda.bdc

Pedro Teles é preso em seu apartamento no Renascença, em São Luís


Foi preso na manhã desta quarta-feira (11) em seu apartamento no bairro do Renascença o empresário Pedro Teles, filho do ex-prefeito Nenzim, de Barra do Corda, e irmão do deputado estadual Rigo Teles (PV), foi condenado a 21 anos de prisão. Ele também é irmão de Júnior do Nenzim, acusado de matar o próprio pai.
Pedro Teles é acusado de ter encomendado a morte do trabalhador rural Miguel Pereira Araújo, o Miguelzinho, que teria invadido terras do empresário em Barra do Corda. O crime ocorreu em 1997. Também foram condenados Moises Alexandre Pereira e Raimundo Pereira, acusados de executar o crime. Cada um pegou 17 anos de prisão.
O empresário Pedro Teles respondia a condenação em liberdade pois o juiz da causa concedeu aos três réus o direito de recorrer em liberdade até o trânsito em julgado da sentença. No entanto, no dia 08 de outubro deste ano, a 4ª vara do Tribunal do Juri, expediu novo mandato de prisão por sentença em desfavor de Pedro Teles e os outros dois condenados.
A informação da prisão foi confirmada ao Blog do Domingos Costa pela cúpula da Secretaria de Pública do Maranhão que, também, informou ter sido possível encontrar o paradeiro de Teles por meio de uma ligação ao disque-denúncia. Do blog do  DomingosCosta

Bolsonaro passa por exame para investigar possível câncer de pele, mas afirma estar bem


O presidente Jair Bolsonaro passou, na tarde desta quarta-feira, por um procedimento dermatológico no Hospital da Força Aérea, em Brasília. Segundo ele, está sendo investigado um “possível câncer de pele” e foi feita uma cauterização de sinais na região próxima à orelha. Após a repercussão da informação, o presidente disse ao GLOBO que está bem e que o procedimento hoje foi apenas para controle das manchas. Segundo ele, há três meses foi realizada uma biópsia que não indicou a presença de lesões cancerosas.
— Eu estou bem, estou bem. Foi um exame de controle da mancha. Há três meses, eu fiz uma biopsia e não deu  nada. É apenas rotina — disse o presidente ao GLOBO no Palácio do Alvorada.
O  presidente minimizou a repercussão da notícia e lembrou que na época em que esteve internado em decorrência da facada que levou durante ato de campanha falava-se que ele poderia ter um câncer na região abdominal.
— Quando eu fiquei no hospital (na época da facada), falaram também que era câncer. Não era — disse o presidente.
Bolsonaro deixou o Palácio do Planalto às 16h10 rumo ao Hospital da Base Aérea.Bolsonaro deixou o hospital às 17h25 e seguiu para o Palácio do Alvorada. Lá, comentou a possibilidade do câncer de pele.
— Tem um possível câncer de pele. Vamos dar uma checada em mim. Inclusive não sou eu que peço, muitas vezes eles que me convocam e eu vou para lá. Eu não sou dono mais de mim em muitas questões — disse a jornalistas, informando que “por enquanto, só a orelha” está sob avaliação médica.
Bolsonaro justificou que tem a pele muito clara e sempre fez atividades com exposição ao sol, fatores de risco para câncer de pele. Em junho, o presidente já havia passado por consulta com dermatologista no mesmo hospital.
— Eu tenho pele clara, pesquei muita na minha vida, gosto de muita atividade. Então a possibilidade de câncer de pele existe — respondeu.
Bolsonaro contou que estava tranquilo durante a cauterização dos sinais e chegou a dormir, após ter tomado anestesia. Ao chegar no Alvorada, ele estava apenas com um curativo na orelha esquerda e parou para falar com apoiadores. Em seguida, conversou com jornalistas por cerca de 12 minutos.
— Não sei se vão fazer biópsia. Tiraram, me cutucaram, furaram, deram anestesia. Eu dormi. Estava tão cansado que eu deitei na maca e dormi. Não sei o que fizeram — disse aos jornalistas na porta do Alvorada.
Questionado se estava bem, Bolsonaro afirmou, em tom de brincadeira, que o vice-presidente Hamilton Mourão continua no cargo:
— Por enquanto,  o Mourão continua vice, pode ter certeza.
Às 20h30, a Secretaria de Comunicação do Palácio reforçou, em uma nova nota,  que não há qualquer indicativo de câncer de pele, apesar de não haver o resultado dos exames realizados nesta tarde.
“O presidente apresenta boas condições de saúde, SEM QUALQUER INDICATIVO DE CÂNCER DE PELE e mantém a previsão de agenda para a semana, conforme programado”, diz a nota.
Bolsonaro tinha uma viagem marcada nesta quarta para Salvador, onde visitaria as obras do aeroporto na cidade. Questionado por que a viagem foi cancelada, Bolsonaro disse que a pergunta deveria ser encaminhada para o médico da Presidência, Ricardo Peixoto Camarinha.
— Pergunta para o doutor Camarinha. Não sou uma máquina. Estou com 64 anos — respondeu. — Aos 64 anos, algumas coisas começam a falhar.
Em seguida, Bolsonaro disse que a recomendação médica para não viajar era apenas uma “questão de estafa”:
— Questão de estafa. Eu sabia que não ia ser fácil. Espero que vocês colaborem, não comigo, mas com o Brasil.
Antes de Bolsonaro confirmar a ida ao dermatologista, a Secretaria de Comunicação informou, às 17h45, que a ida ao médico se tratava apenas de uma consulta de rotina.
“O presidente Jair Bolsonaro foi ao Hospital da Força Aérea Brasileira (HFAB), nesta tarde, para consulta de rotina já programada, com a realização de exames também de rotina. O presidente apresenta boas condições de saúde, sem ressalvas. Agora, o presidente segue para o Alvorada”, informou a nota enviada à imprensa

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

EM VÍDEO!! Cunhado da primeira-dama de Mirador exibe pacotes de dinheiro em vaquejada




O cunhado da primeira-dama do município de Mirador, a 485 km de São Luís, exibiu enormes pacotes de dinheiro durante uma vaquejada no povoado Conceição.

Identificado como ‘Joacy do Bia’ é pai do secretário de Administração do município, ligado diretamente a gestão do atual prefeito Roni.

No vídeo ele exibe pacotes de dinheiro com cédulas de 50 e 100 reais.

Vídeo:



Enquanto Isso no Maranhão

Prefeito Dr. Tema, como havia prometido, começa a pagar salários em atraso; secretarias receberam até 3 meses


A Prefeitura de Tuntum, na tarde de ontem (10), efetuou o pagamento dos servidores municipais referente a competência do mês de novembro e débitos anteriores, movimentando nas contas mais de 1.100.000,00 (um milhão e cem mil reais), fazendo aquecer um pouco mais a economia e o comércio local nesse final de ano, gerando satisfação entre os que foram beneficiados direto e indiretamente.
O pagamento contemplou 10 secretarias e órgão da administração municipal: Gabinete, Secretaria de Administração, Sec. de Finanças, Sec. de Infraestrutura, Sec. de Assistência Social, Sec. de Esportes, Procuradoria, Coordenação Política, concursados e Conselho Tutelar.  Gabinete do Prefeito, Secretaria de Obras e Secretaria de Administração receberam os valores de três meses. As secretárias de Finanças e Assistência Social, dois meses. As demais secretarias e órgãos, um mês cada.
O pagamento dos meses em atraso faz parte do planejamento do prefeito Dr. Tema, como já havia prometido, em quitar até o mês de janeiro todos os débitos dos servidores lotados no Palácio Municipal. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Homicida e traficante foragido da Justiça do Mato Grosso é preso no Maranhão


O homicida e traficante Roberto dos Santos Lima, de 37 anos, conhecido como “Robertinho”, natural de Imperatriz, foi preso, nessa segunda-feira (09), em São Francisco do Brejão, a 603 km de São Luís, por policiais da 9ª Delegacia Regional de Açailândia, com apoio do 1º Distrito Policial, em cumprimento Mandado de Prisão Preventiva expedido pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá/MT.

Roberto Lima  responde pela prática de crime de homicídio qualificado (art. 121, § 2º, I e IV, CP) por ter assassinado a tiros, no dia 06 de agosto de 2009, Tiago Ferreira de Andrade, na Rua 04, no bairro Pedra 90, em Cuiabá. 

Dois meses antes de ser assassinado, Tiago Andrade invadiu o "Bar do Cobrão", no bairro Pedra 90, para matar Roberto Lima, que conseguiu escapar, deixando para trás o amigo Saulo Rosa da Silva, que terminou sendo morto.

Em fevereiro de 2009, "Robertinho" já havia tentado matar Tiago Andrade. Ambos brigavam pelo controle do tráfico de drogas na área e esse era o motivo da rixa.

Roberto Lima estava foragido desde dezembro de 2010, data em que foi decretada a sua prisão preventiva. 

No dia 29 de novembro deste ano, a justiça do Mato Grosso recebeu informações de que o assassino poderia está residindo na Av. da BR, no bairro Trecho Seco, em Açailândia, ou na Avenida Presidente Médice, em Timon.

No momento da prisão, “Robertinho” estava portando uma pistola calibre 380,  municiada com seis munições intactas. Ele foi encaminhado para a Delegacia Regional de Açailândia para a lavratura de Auto de Prisão em Flagrante por porte ilegal de arma de fogo e para realização da comunicação do cumprimento do mandado de prisão preventiva em aberto.

Em seguida, o criminoso foi encaminhado para a Unidade Prisional de Açailândia, ficando a disposição da justiça. Ele deverá ser recambiado para Cuiabá nos próximos dias.

Homem ficou preso no lugar de “Robertinho” por quase dois anos

Um homem identificado como Claudiney Santos Lima foi preso no lugar do verdadeiro assassino de Tiago Andrade. Ele ficou preso por um ano e sete meses no lugar de Roberto dos Santos Lima.

A prisão de Claudiney ocorreu em Cáceres, no dia 22 de abril de 2018. Posteriormente, em 12 de julho de 2019 houve o recambiamento do acusado para a Penitenciária Central do Estado.

Entretanto, em audiência de instrução e julgamento,o preso afirmou não ser Roberto dos Santos Lima, e sim Claudinei dos Santos Lima.

Diante da dúvida, o Juízo da Décima Segunda Vara Criminal de Cuiabá suspendeu a audiência e a redesignou, determinando diligências para averiguar as informações. Foi realizada perícia técnica consistente em exame de confronto de impressões papilares.

O exame demonstrou que as digitais da pessoa presa não combinam com as digitais de Roberto, e sim as de Claudiney.

No último dia 03, a Justiça determinou que Claudiney fosse colocado em liberdade. Gilbertolima

Portaria de Moro para proteger indígenas após mortes no MA exclui área mais atacada por madeireiros


A portaria do ministro da Justiça, Sergio Moro, que autorizou o envio da Força Nacional para a segurança de índios no Maranhão excluiu a terra indígena que apresenta o maior número de invasões, roubos de madeira e caça ilegal na região.
O documento de duas páginas divulgado pelo ministério, e que deve ser publicado nesta terça-feira (10) no Diário Oficial, diz que a Força irá atuar apenas para proteger indígenas, não indígenas e servidores públicos na Terra Indígena Cana Brava, de 137 mil hectares e 4.500 índios, perto da qual foram assassinados a tiros, no último sábado (7), dois guajajaras na rodovia federal BR-226.
Contudo, a cerca de 200 quilômetros dali, a Terra Indígena Arariboia, com 413 mil hectares e 12 mil índios, vive um clima de tensão e ameaças veladas desde o dia 1º de novembro, quando Paulo Paulino Guajajara foi morto com um tiro por um invasor.
Paulo era um dos “guardiões da floresta”, como se autodenominou um grupo de agentes florestais indígenas que fiscalizam invasões e o corte ilegal de árvores na região.
O Governo do Maranhão teve que tirar às pressas da Arariboia três “guardiões” ameaçados. Desde então, os principais líderes indígenas da região cobram apoio do governo federal para garantir mais segurança, mas a única providência da União a esse respeito foi enviar uma equipe da Polícia Federal, para apurar o assassinato do último dia 1º, e alguns servidores da Funai (Fundação Nacional do Índio).
Não há base de fiscalização na Arariboia. Além disso, os madeireiros e caçadores se aproximam de uma área habitada por índios awás, considerados por indigenistas o grupo étnico isolado mais ameaçado do mundo. Os ramais abertos por madeireiros já avançaram mais de 1.200 quilômetros dentro da terra indígena.
Questionado pela Folha, o Ministério da Justiça afirmou que a Funai não solicitou o envio da Força Nacional para a Terra Indígena Arariboia e que o trabalho foi convocado para a Terra Indígena Cana Brava. Mas acrescentou que, “se houver necessidade, a FNSP [Força Nacional] será deslocada a outras terras indígenas”.
A Funai confirmou que solicitou ao ministério “o envio, em caráter de urgência, da Força Nacional de Segurança Pública à Terra Indígena Cana Brava, no Maranhão”. “Se houver necessidade, a Fundação irá solicitar o envio da FNSP a outras terras indígenas para resguardar a integridade das comunidades indígenas e de servidores que atuam naquelas regiões.”
O indigenista Carlos Travassos, ex-coordenador da área de índios isolados da Funai de Brasília e que auxilia no trabalho dos “guardiões da floresta” guajajaras, disse que “a presença da Força Nacional seria muito importante neste momento na Arariboia e no seu entorno”.
“Informações da região indicam que o esbulho renitente continua sobre a floresta dos povos guajajara e awá, na Arariboia, ameaçando gravemente essas populações. A invasão pode realmente ter se intensificado após a morte do Paulo, pois já recebemos essa avaliação das bases em algumas regiões da terra indígena”, disse Travassos.
O corpo de um dos dois indígenas assassinados no último sábado, Firmino Guajajara, foi enterrado na aldeia Betel com a presença de mais de cem moradores da região, segundo os guajajaras. Duas pessoas passaram mal e tiveram que ser socorridas. O outro corpo, de Raimundo Guajajara, deveria ser sepultado até o início da noite desta segunda-feira (9).
Indígenas disseram à Folha, sob a condição de não terem os nomes publicados, que houve dois ataques na rodovia federal BR-226, em pontos separados por cinco quilômetros, supostamente por um mesmo grupo de atiradores que estavam em um carro branco.
“Eles antes de atirar checaram se eram indígenas mesmo, eles começaram a perseguir os parentes lá atrás, depois emparelharam e atiraram”, disse um guajajara, que afirmou ter ouvido a versão de um dos sobreviventes.
Por questão de competência judicial, a Polícia Civil do Maranhão repassou o caso para a Polícia Federal, que não divulgou nenhuma informação sobre o conteúdo das investigações.
Em nota nesta segunda-feira, o órgão disse apenas que foi aberto um inquérito, no sábado. “No mesmo dia do crime, policiais federais se deslocaram ao local para iniciarem as investigações, que estão sendo desenvolvidas com prioridade para a mais rápida e efetiva identificação e responsabilização criminal dos autores”, diz a nota da PF. Folha de SP

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Atropelamento que causou morte de índio Guajajara, na BR 226, foi causado por outro índio; trânsito está liberado


A colisão que matou um índio Guajajara na BR 226, por volta de meio dia dessa segunda-feira (09), entre os municípios de Barra do Corda e Grajaú, foi provocada por outro índio. Segundo informações do líder indígena Magno Guajajara, repassadas ao blog Barra do Corda Notícia, os dois envolvidos na colisão fazem parte da mesma aldeia.

O choque envolveu uma motocicleta e um carro de passeio. O acidente teria acontecido porque uma carreta que foi incendiada nos protestos de ontem (08), após o assassinato de dois índios, que ainda se encontra na pista, teria tirado a visibilidade dos dois condutores, ocorrendo tragicamente a colisão. O líder indígena ainda teria acrescentado que a BR não será interditada, pois o fato não tem nenhuma ligação com o episódio de ontem, e que o acontecimento ocorreu entre membros da mesma comunidade, podendo o tráfego fluir normalmente. 

Daniella Tema e prefeito Dr. Tema assinam convênio para construção do novo portal de Tuntum


A deputada estadual Daniella Tema (DEM) e o prefeito de Tuntum, Dr. Tema, assinaram convênio na última quinta-feira (05), na Secretaria de Estado da Infraestrutura, para a construção do novo portal da cidade. A assinatura do convênio foi celebrada na presença do gestor de contratos e convênios da SINFRA,  José Orlando de Lemos em São Luís. A obra é fruto de uma emenda parlamentar da deputada estadual Daniella Tema.


"Estou muito feliz com a concretização deste convênio, agradeço a deputada estadual Daniella Tema por destinar esta emenda e por seu trabalho em favor do nosso município, agradeço ao governador Flávio Dino por ser amigo do povo de Tuntum, em breve teremos o portal mais bonito do Maranhão", declarou o prefeito Tema.


Após a assinatura do convênio, a obra segue seu trâmite legal através de um processo licitatório para que a obra seja iniciada na BR 226, entrada do município. Para a deputada Daniella Tema, o novo portal, será mais um atrativo para quem deseja visitar a cidade.

"É uma obra muito aguardada por todos os tuntuenses. Sempre tivemos um portal muito conhecido em todo o Maranhão. Agora, ele virá com cara nova, moderna, mas mostrando a nossa mesma hospitalidade de receber aqueles que nos visitam. A frase imortalizada continuará no novo portal: 'No coração do Maranhão Bate Tuntum'", afirmou Daniella Tema.

Prefeito Dr. Tema dá posse a Soraia Vieira Cruz como nova Chefe de Gabinete da Prefeitura de Tuntum


O prefeito Dr. Tema deu posse como nova Chefe de Gabinete da Prefeitura de Tuntum, a jovem Soraia Vieira Cruz. O ato solene aconteceu na manhã dessa segunda-feira (09) no gabinete do Palácio Municipal, ocasião em que estiveram presentes parte do secretariado e aliados políticos do prefeito.

A nova titular da pasta, que foi vereadora na legislatura passada, tem vasta experiência na área, ocupando função semelhante por mais de 10 anos no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O bom currículo da ex-vereadora contou muito para sua indicação, além do fator político, já que ela é filha do ex-vereador e líder político Orleans Moreira Cruz.

Ela substituirá o também ex-vereador Josinaldo Bílio, que antecipa sua saída para concorrer as próximas eleições. O prefeito Dr. Tema classifica a nomeação de Soraia Cruz para o posto estratégico, como um momento de importância para seu grupo, pois dessa forma ele sela uma aliança política com Orlens Moreira Cruz, expressão notável da política de Tuntum.


POSSE DE DIRETORES DE UBS

Na mesma oportunidade, Dr. Tema deu posse a dois novos diretores de Unidades Básicas de Saúde (UBS). Mário Sérgio Leitão assume a direção da UBS do povoado São Lourenço. Francisca Helena de Sousa Oliveira ocupará a mesma função no bairro Tuntum de Cima. As mudanças visam qualificar e viabilizar o atendimento.
   

domingo, 8 de dezembro de 2019

Assaltante do BB de Santa Luzia morre em confronto com policiais


Um dos suspeitos de assaltar a agência do Banco do Brasil na cidade de Santa Luzia, a 293 km de São Luís, na madrugadada última terça-feira (03), morreu em confronto com policiais na região do povoado Triângulo, na zona rural do município.

Na noite desse sábado (07), por volta das 22h, uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA), que participa da caçada ao grupo criminoso, chegou ao hospital municipal com o corpo do assaltante.

O homem, com idade aproximada entre 25 e 30 anos, permanece sem identificação.

Após o recebimento de informações de que havia uma casa no povoado Triângulo com um grupo de quatro a cinco homens escondidos, as equipes fizeram cerco e realizaram a abordagem e encontraram um integrante da quadrilha com ferimento de arma de fogo na perna oriundo do confronto com a PM no dia do assalto. Com uma arma de fogo, ele disparou contra a equipe tática, que também efetuou alguns disparos que o atingiram.

Em seguida ele foi socorrido, mas não resistiu e morreu, sendo o corpo levado ao Hospital de Santa Luzia. Em seguida, a equipe do CTA seguiu para a Delegacia Regional de Santa Inês para registrar a ocorrência e demais procedimentos cabíveis.

A operação conjunta de caça à quadrilha, realizada desde a ocorrência da ação criminosa, conta com a participação de equipes do COSAR, CTA, Forças Táticas de Buriticupu e Pindaré, além da RP da 4° Cia. Do Gilbertolima

Janiel Sousa, combatente das antigas do grupo de oposição, diz que agora vai caminhar com Dr. Tema

Antonio dos Reis, Maurício Seabra, Janiel Sousa, Dr. Tema, Jânio, Magno Melo e Bento

Janiel Sousa, um dos incansáveis combatentes do grupo de oposição de Tuntum, decidiu na manhã de hoje (08) vestir a camisa vitoriosa do grupo do prefeito Dr. Tema, afirmando que daqui pra frente se empenhará de corpo e alma em mais uma nova vitória do grupo.
Quando esteve do lado oposto, Janiel desempenhava um papel relevante na área de comunicação, sendo ao longo de duas eleições peça importante de articulação e interação do movimento jovem. Ele afirmou que sua luta será incessante para que o grande líder, Dr. Tema, obtenha outra fragorosa vitória. 

sábado, 7 de dezembro de 2019

Moro diz que PF investiga atentado no Maranhão e cogita enviar Força Nacional



Sergio Moro, no Twitter, lamentou o atentado que matou dois índios e deixou outros dois feridos, hoje, no Maranhão.
O ministro da Justiça afirmou que a PF está investigando o crime.
A possibilidade de deslocamento da Força Nacional de segurança para a região está sendo avaliada.
“A Polícia Federal já enviou uma equipe ao local e irá investigar o crime e a sua motivação. Vamos avaliar a viabilidade do envio de equipe da Força Nacional à região. Nossa solidariedade às vítimas e aos seus familiares.” Do Antagonista


Lamento o atentado, ocorrido hoje no Maranhão, que terminou com dois índios guajajaras mortos e outros feridos. Assim
que soube dos tiros, a Funai foi até a aldeia tomar providências, junto com as autoridades do governo do Maranhão.
A Polícia Federal já enviou uma equipe ao local e irá investigar o crime e a sua motivação. Vamos avaliar a viabilidade do envio de equipe da Força Nacional à região. Nossa solidariedade às vítimas e aos seus familiares.