.

.
.

segunda-feira, 24 de junho de 2024

O que a PF tem dito diante das acusações de Juscelino contra delegado

 Juscelino Filho

Indicado pela Polícia Federal por suposta corrupção envolvendo emendas parlamentares vinculadas à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, e aliados dele no União Brasil têm centrado fogo no delegado Roberto Santos Costa, responsável pela investigação. 

Como mostrou a coluna, a artilharia nos bastidores tem correligionários do ministro atribuindo a Santos Costa uma atuação proposital para atingir o governo Lula e, para isso, chegam a compará-lo aos investigadores da finada Operação Lava Jato.

Juscelino também relatou a interlocutores que o delegado encerrou o depoimento dele, após cerca de 15 minutos de conversa, quando informado pela defesa que o ministro só responderia perguntas relacionadas à investigação em curso no STF. 

E como a PF tem visto e responde à artilharia da turma de Juscelino?

Pessoas ligadas à apuração dizem que o depoimento naturalmente só durou tão pouco porque Juscelino, valendo-se do direito de ficar calado enquanto investigado, não respondeu às perguntas do delegado. 

Conforme essas fontes, na segunda vez em que foi chamado a depor, o ministro de Lula, exercendo o mesmo direito, sequer compareceu. DoMetropolés

sábado, 22 de junho de 2024

Morre o Jornalista Djalma Rodrigues, ex-assessor de comunicação da Prefeitura de Tuntum

 


Morreu na tarde de hoje, em São Luís, o jornalista Djalma Rodrigues, 66 anos. Djalma havia sido diagnosticado com câncer de estômago em maio de 2023, comunicando posteriormente o fato nas redes sociais, pegando toda 'comunidade' de jornalismo de surpresa. Após a descoberta, o jornalista dedicou parte de seu tempo ao tratamento, mas veio perder a luta no dia de hoje.



O conhecido jornalista iniciou sua carreira há mais de 35 anos, vindo a trabalhar em grandes veículos de comunicações do estado. Djalma ainda foi diretor de comunicação da Câmara de São Luís, ocupando também assessorias de imprensa em outros órgão. Em Tuntum, ele foi assessor de comunicação da Prefeitura nas gestões do ex-prefeito Dr. Tema, com quem tinha uma relação muito próxima de amizade.

Sempre que vinha a Tuntum fazer alguma cobertura jornalística, Djalma procurava o editor desta página, momento em que conversávamos bastante, principalmente sobre jornalismo. Sinto com grande pesar a partida do amigo, de um profissional de extrema competência, e acima de tudo um homem prestativo e humano. Nesse momento de profunda dor, me solidarizo a família pela irreparável perda. Que ele descanse em Deus!    


Obra de R$18 bilhões no Maranhão vai gerar 12 mil empregos para os maranhenses

 


O governador Carlos Brandão (PSB) e o presidente Lula (PT), anunciaram a construção da primeira linha de transmissão de energia 100% renovável do estado. A autorização para o início da obra foi assinada nesta sexta-feira, 21 de junho, e o trecho maranhense terá uma extensão de cerca de 600 quilômetros, passando por 14 municípios, gerando aproximadamente 12 mil empregos diretos e indiretos. Um investimento de R$ 18 bilhões.

Durante o seu discurso, Brandão destacou que a prioridade é para empregar maranhenses na obra e citou nominalmente os trabalhadores de Bacabeira e Santa Rita, a pedido dos prefeitos Fernanda e Hilton Gonçalo, respectivamente.

De acordo com informações apuradas pelo site www.diegoemir.com, além de Graça Aranha que será o ponto principal do projeto, as cidades de São Domingos do Maranhão, Presidente Dutra, Tuntum, Barra do Corda, Grajaú, Sítio Novo, Porto Franco, Estreito, Sítio Novo e outras maranhenses vão ser impactadas diretamente com a obra.

O trabalho de construção deve durar 72 meses e quando entrar em operação, a linha de transmissão terá uma potência de 800 kv, se tornando uma das mais importantes do país.

Para buscar informações de empregos na State Grid, os interessados devem acessar o site: https://stategrid.com.br/pt_br/trabalhe-conosco/

sexta-feira, 21 de junho de 2024

9 pessoas são presas acusadas de fraudar concurso de Fortuna, no Maranhão

 

Operação da Polícia Civil efetuou prisões em vários municípios, com foco em Itapecuru-Mirim.
Por g1 MA — São Luís

Na manhã desta sexta-feira (21), a Polícia Civil prendeu nove pessoas em Itapecuru-Mirim, Pedro do Rosário, e outras cidades no interior do Maranhão. 

De acordo com as investigações, o grupo é suspeito de fraudar um concurso público para a Guarda Municipal em Fortuna, a cerca de 430 km da capital. Dentre os presos, há um guarda municipal que foi detido em Pedro do Rosário.

No esquema, segundo a polícia, os criminosos se passavam pelos candidatos que se inscreveram na prova, por meio de fraude na documentação. Em outra frente do grupo, candidatos recebiam as questões das provas e depois repassavam as respostas para outras pessoas.

Na operação, os policiais conseguiram apreender arma de fogo, documentos e computadores em cumprimento a mandados expedidos pela Justiça.

A polícia estima que os criminosos cobravam de três a cinco mil reais para realizar as provas e aponta que o mesmo esquema era realizado em outros municípios do Maranhão, assim como em outros estados.

 

Do G1 Ma

"Virou uma banca de negócios a Prefeitura de Tuntum", diz vereador Renan Bílio

Vereador Renan Bílio

Em mais um contundente pronunciamento da tribuna da Câmara de Tuntum, o vereador Renan Bílio (PSB) afirmou que a Prefeitura de Tuntum virou uma banca de negócios, referindo-se a supostos esquemas de corrupção envolvendo a execução de projetos pela gestão municipal. O vereador, com rapidez, ainda destacou possíveis esquemas no envio de emendas parlamentares para Tuntum, em que a própria licitação e execução dos projetos têm a participação direta de deputados. 


A fala do vereador se deu oportunamente na votação de um projeto do Chefe do Executivo, que pede autorização ao Legislativo para pedir empréstimo á instituições financeiras de até R$ 10 milhões. Os recursos, segundo o projeto encaminhado, será para implantação de energia fotovoltaica (energia solar) nos prédios públicos do município.

Renan Bílio não discordou das pretensões e dos teores do projeto e seus possíveis benefícios á sociedade, caso seja implantado a rigor, mas sim do momento em que ele vai ser feito, já que é ano de eleição, deixando claramente subtendido que ele pode ser utilizado para outro fim, possivelmente o eleitoral. Talvez o vereador esqueceu de perguntar aos seus pares o porquê de só agora ele está sendo encaminhado e votado. Por que somente agora na pré-campanha eleitoral? Não poderia ter sido antes para ter dado maior qualidade no atendimento público?

Do bloco de oposição, somente os vereadores Renan Bílio e Zé de Ourinho (PSB) foram contrários ao projeto. Eles temem o desvio de finalidade do projeto.

quinta-feira, 20 de junho de 2024

Prefeito maranhense e vereador vão a júri popular acusados de prática de aborto sem consentimento da vítima

O prefeito do município maranhense de Carolina, o médico Erivelton Teixeira Neves, e o vereador Lindomar da Silva Nascimento, ambos do PL, enfrentarão um julgamento popular sob acusação de dopar e provocar aborto em uma gestante sem consentimento em um motel localizado às margens da rodovia TO-201, no Tocantins, em março de 2017.

Prefeito Dr Erivelton e o vereador Lindomar

A decisão foi proferida nesta última quarta-feira, 19, pelo juiz da 2ª Vara de Augustinópolis, Alan Ide Ribeiro da Silva, confirma a materialidade e autoria do crime que embora ocorrido em 2017,  só veio à tona em abril de 2023 após a vítima denunciar que mantinha um relacionamento extraconjugal com Dr Erivelton. Na ocasião, Lindomar era motorista do prefeito e teve participação no aborto.

No inquérito policial de 2019 consta como prova um exame Beta HCG que atesta a gravidez da vítima, além de depoimentos de testemunhas. Os réus também confirmaram que estavam na cidade e viram a vítima com sangramento na região vaginal, levaram-na ao hospital mas não prestaram assistência. 

Sobre o crime – A vítima narrou que manteve um relacionamento de idas e voltas com o prefeito de Carolina e que teria descoberto posteriormente que o político era casado. Ainda assim reatou a relação em novembro de 2016 e gravidez foi descoberta cerca de cinco meses depois.

Na denúncia, a gestante afirmou que na manhã do dia 2 de março de 2017, Erivelton foi buscá-la em casa, acompanhado do motorista e vereador Lindomar, dizendo que a submeteria a um exame com um aparelho de ultrassonografia portátil e a levou para um motel. No local, a vítima disse que após o exame e a confirmação da gravidez, o prefeito médico lhe aplicou um sedativo dizendo que seria um exame de sangue e a deixou inconsciente, e que nesse momento realizou a curetagem sem o consentimento dela. A tarde, após passada a sedação, a mulher foi levada para casa dela de onde afirma que DR Erivelton levou o exame de sangue que confirmava a gravidez e o cartão de gestante.

O inquérito policial teve acesso a mensagens entre a vítima e o motorista do prefeito, que mediava as conversas entre o casal. Um diálogo entre os dois mostra que de fato houve a prática do aborto sem o consentimento da mulher que só denunciou o caso anos depois.

Além da decisão de mandar o vereador Lindomar e o prefeito Dr Erivelton para o banco dos réus, a Justiça solicitou a apuração de possível infração disciplinar por parte dos advogados do médico e determinou o envio do material ao Tribunal de Ética da OAB/TO. Também encaminhou a documentação à Comissão da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil Nacional, para assessorar a vítima em relação aos seus interesses ligados à honra. Informações do Informante.

Eleição de outubro "terá" consulta popular sobre a emancipação do povoado Belém do Maranhão

 


O povoado Belém do Maranhão, sob a liderança do líder Sem Terra Josivan Carvalho Bílio, protocolou hoje (20) no Cartório Eleitoral de Tuntum, o decreto legislativo 001/2024, aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores de Tuntum, solicitando à Justiça Eleitoral uma consulta popular sobre emancipação do povoado sertanejo.

O decreto Legislativo está amparado no artigo 14, parágrafo 12, da Constituição Federal -  Serão realizadas concomitantemente às eleições municipais as consultas populares sobre questões locais aprovadas pelas Câmaras Municipais e encaminhadas à Justiça Eleitoral até 90 (noventa) dias antes da data das eleições, observados os limites operacionais relativos ao número de quesitos. O decreto também está apoiado ao artigo 3º da Resolução 23.736, do Tribunal Superior Eleitoral - TSE. 


Em conformidade com informações repassadas por Josivan Bílio, também líder do movimento de emancipação do povoado Belém, deverão vir incorporados nas urnas de votação da próxima eleição de 6 de outubro de 2024, uma pergunta em que o eleitor irá responder se é a favor ou contra emancipação do povoado, digitando sim ou não. No Decreto Legislativo que autoriza a consulta popular, é enfatizado de que não se trata de criação de município, mas tão somente de uma consulta, que diante da aceitação popular dará viabilidade ao processo de emancipação.

Josivan Bílio, o principal entusiasta da caminhada de emancipação do povoado Belém do Maranhão, acredita que a consulta popular dará certo e que a população dará viabilidade e total apoio, para assim todo o projeto passar a deslanchar e caminhar a passos largos. "Companheiro, eu acredito que dará tudo certo, a consulta terá êxito, e daí pra frente caminharemos a passos largos para a realização do sonho de nosso povo, que me colocou à frente dando-me toda força e apoio necessário para que essa batalha seja honrosamente vencida," disse Josivan Bílio. 

Moradores da Vila Ludugero denunciam problemas no abastecimento de água; Mil Réis e Parque São Raimundo também sofrem

 


Denúncias chegaram a editoria do blog, que a comunidade da Vila Ludugero, localidade próxima ao povoado Arara, está sofrendo com falta de água mesmo tendo um poço artesiano exclusivo para seu atendimento. Segundo as informações obtidas, a constância na falta de água ocorre porque o poço vem sendo utilizado, durante todo dia, para atender carros pipas e caminhonetes que fazem revenda.

Durante os momentos de abastecimento desses veículos, o registro que direciona a água para a Vila Ludugero seria  fechado, deixando a comunidade praticamente sem água, fato que ocorre durante todo o dia. "A situação está ficando caótica. Só não entendo porque o nosso poço passa por essa situação diária, causando problemas para nós e facilitando a vida dos outros, já que ele foi perfurado com exclusividade para abastecer nosso bairro. Lembro demais quando Dr. Tema mandou perfurar esse nosso poço e assegurou que ele  era somente para nós, mas agora, lamentavelmente, tudo mudou", afirmou o denunciante que pediu anonimato. 

FALTA ÁGUA EM QUASE TODA CIDADE

O blog ainda recebeu informações de que mais dois bairros e suas adjacências estão também passando por sérios problemas de falta de água, Mil Réis e Parque São Raimundo. Ambos estão há mais de uma semana sem nenhum abastecimento, obrigando as duas populações a fazer o que podem para suprir a necessidade. 

O que se percebe é que poderá vir ocorrer uma crise generalizada de abastecimento durante esse período seco, caso medidas inteligentes não sejam tomadas, principalmente em dá maior atenção  na manutenção dos poços e a redução em seu tempo de funcionamento para evitar o desperdício de consumo. A Prefeitura, que tem se mostrado inócua nesse sentido, deveria, para diretamente ajudar a população, auxiliar na manutenção dos poços da sede com a aquisição de bombas e outros equipamentos, evitando a constância do desabastecimento, que atinge em cheio os mais simples que não tem dinheiro para comprar "carradas de água".

quarta-feira, 19 de junho de 2024

"Nova delação" de Cid pode está deixando Bolsonaro na porta da cadeia

 


Ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, o tenente-coronel Mauro Cid disse à Polícia Federal que teria entregado uma parte do dinheiro da venda das joias em mãos ao ex-presidente durante uma viagem oficial a Nova York.

Os recursos teriam sido entregues em espécie em setembro de 2022, quando Bolsonaro estava na cidade americana para fazer aquele que seria seu último discurso como presidente brasileiro na Assembleia Geral da ONU.

O dinheiro, de acordo com o relato de Cid à PF, seria referente a relógios de luxo recebidos por Bolsonaro de autoridades estrangeiras e vendidos pelo próprio tenente-coronel nos Estados Unidos em 2022.

Segundo fontes da PF, o ex-ajudante de ordens contou que os relógios teriam sido vendidos por cerca de US$ 68 mil e que o dinheiro da venda foi depositado em uma conta do pai dele, o general da reserva Mauro Lourena Cid.

À época, o general reformado morava em Miami, onde ele comandou o escritório da Agência Brasileira de Promoção e Exportações e Investimentos (Apex) durante o governo Bolsonaro.

Em depoimento aos investigadores, Mauro Cid contou que, após a venda dos relógios, seu pai teria sacado os US$ 68 mil de forma parcelada, porque o limite para os saques nas máquinas de caixa eletrônico seria baixo.

Com parte do dinheiro em mãos, Lourena Cid teria viajado, em setembro de 2022, de Miami a Nova York. Na cidade, encontrou com o filho, que acompanhava Bolsonaro na viagem oficial para o evento da ONU.

Em relato à Polícia Federal, o ex-ajudante de ordens afirmou que teria recebido parte do dinheiro da venda dos relógios das mãos de seu pai e repassado os dólares em espécie diretamente para Bolsonaro em Nova York.

A versão foi dada por Mauro Cid na série de depoimentos que ele deu à Polícia Federal ao longo dos últimos meses e reforçada pelo ex-ajudante de ordens na oitiva ocorrida na terça-feira (18/6).

Ao investigadores Cid disse que, na reta final do governo, o próprio Bolsonaro teria pedido para vender alguns presentes que considerava de seu acervo pessoal e que, por isso, achava que poderiam ser comercializados.

Cid: Bolsonaro recebeu parte do dinheiro em Orlando

Nos depoimentos, Cid disse ainda à PF que outra parte do dinheiro da venda dos relógios teria sido entregue ao ex-presidente já em 2023 em Orlando, cidade americana onde Bolsonaro se refugiou após deixar o governo.

Os recursos, segundo o relato de Cid, teriam sido entregues por seu pai ao segundo-tenente Osmar Crivelatti, que foi ajudante de ordens de Bolsonaro no Planalto e continuou como assessor dele após o término do governo.

Crivelatti, então, teria sido o responsável por repassar o dinheiro, também em espécie, a Bolsonaro em Orlando. O ex-presidente ficou nos Estados Unidos de 30 de dezembro de 2022 a 29 de março de 2023. 

Defesa de Bolsonaro nega

Procurado, o advogado e assessor de imprensa de Bolsonaro, Fábio Wajngarten, disse à coluna que o ex-presidente nega com veemência ter mandado vender ou recebido dinheiro referente à suposta venda de joias.

Para Wajngarten, Mauro Cid foi pressionado a fechar o acordo de delação premiada com a PF porque estava preso à época, sem poder sequer receber familiares. “Quem acusa tem que provar”, afirmou o advogado.

O assessor sustentou ainda que Bolsonaro não costumava ter acesso aos presentes que recebia no exterior. Prova disso, diz, seriam os dois conjuntos de joias trazidos por uma comitiva do ex-ministro Bento Albuquerque.

Conforme o jornal o Estado de S. Paulo noticiou em março de 2023, a comitiva tentou entrar no Brasil em outubro de 2021 com dois conjuntos de joias enviados pelo governo da Arábia Saudita a Bolsonaro.

Os estojos foram transportados em mochilas de assessores do então ministro. Um deles passou sem ser percebido pelas autoridades. Já o outro foi apreendido pela Receita Federal no Aeroporto de Guarulhos.

Cadeia em breve.

Político do Maranhão compra fazenda por R$ 40 milhões. Quem é ele?

 

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA...

Imagem meramente ilustrativa…

Um político maranhense que possui mandato em vigor comprou recentemente uma fazenda bela “bagatela” de R$ 40 milhões de um empresário maranhense.

O vendedor tem duas filhas, uma é casada com um deputado estadual e, a outra, com um ex-prefeito do interior do Maranhão.

A deslumbrante fazenda com vista paradisíaca fica localizada em Matões do Norte, município localizado a 147 km de São Luís.

Conforme apuração do Blog do Domingos Costa, para além de comprar a fazenda, o político de mandato maranhense também comprou milhares de cabeça de gado e quer entrar de “cabeça” no ramo da pecuária.

Assim que recebeu a fazenda que já é fascinante, esse político comprador mandou fazer diversos serviços no local e as obras andam da todo vapor…

Curiosamente, esse mesmo político que fiou milionário da noite para o dia, “anda” distribuindo e oferecendo emendas em valores milionários para diversos municípios maranhenses.

O homem anda gargarejando que tem mais de R$ 200 milhões para destinar a prefeitos e prefeitas maranhenses…

terça-feira, 18 de junho de 2024

Datafolha: Lula é aprovado por 36% e reprovado por 31%

 


Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (18) pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra que a aprovação do trabalho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue estável quando comparada à rodada anterior, feita em março, oscilando de 35% para 36%, enquanto a reprovação passou de 33% para 31%. A avaliação do trabalho de Lula como regular foi de 30% para 31%.

O Datafolha ouviu 2.088 eleitores em 113 cidades entre os dias 4 e 13 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 

Apesar do cenário de estabilidade, com variações dentro da margem de erro, a aprovação de Lula voltou a ficar acima da reprovação – na última pesquisa, divulgada em março, houve um empate técnico, já que 35% aprovavam e 33% reprovavam o presidente, e a margem de erro também era de 2 pontos percentuais.

Por G1

Tuntum deve ser investigado sobre matrículas falsas no EJA

 Tuntum EJA

Procuradoria-Geral da República solicita ao Ministério Público Federal investigação em dez estados. Município de Tuntum deve ser apurado.

TUNTUM, 17 de junho de 2024 – A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Ministério Público Federal (MPF) para investigar municípios de dez estados devido a suspeitas de matrículas fraudulentas no programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

De acordo com a PGR, os municípios registraram aumentos súbitos de mais de 1.500 novas matrículas entre 2020 e 2023, sugerindo possíveis irregularidades.

A investigação abrange os estados da Bahia, Alagoas, Piauí, Paraíba, Maranhão, Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Sergipe e Pará. No Maranhão, as prefeituras podem ter recebido até R$ 1 bilhão indevidamente devido a matrículas falsas, segundo o MPF.

No Maranhão, a cidade de Tuntum é um dos principais alvos da investigação. Denúncias feitas pelos vereadores Renan Bílio e Magno Melo, que realizaram vistorias em novembro do ano passado, revelaram diversas irregularidades na educação municipal. 

As denúncias incluem a existência de matrículas fictícias, falta de merenda escolar, problemas no transporte público para estudantes e a oferta de um “ensino integral fictício”, onde os serviços são anunciados, mas não executados.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE), a pedido da Controladoria Geral da União (CGU), iniciou uma auditoria em 16 municípios do Maranhão para investigar possíveis inserções de dados falsos no EJA.

Dado o pedido inicial da CGU, é provável que Tuntum seja incluído na lista de municípios auditados devido às novas denúncias apresentadas pelos vereadores.

segunda-feira, 17 de junho de 2024

PF diz que Juscelino tinha ‘controle de licitações’ supostamente fraudadas

 

No relatório no qual indicia o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, por suspeitas de desvios de emendas parlamentares na época em que era deputado, a Polícia Federal aponta que ele possuía o “controle de licitações” que beneficiaram um empresário. Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a PF aponta influência de Juscelino em processos de contratação para obras com recursos públicos em Vitorino Freire, cidade maranhense que tem sua irmã, Luanna Rezende, como prefeita.

De acordo com a PF, as supostas fraudes na licitação serviram para favorecer a empresa Construservice, que tinha o empresário Eduardo José Barros Costa, mais conhecido como “Eduardo DP”, como sócio oculto. Um dos exemplos citados no relatório final da investigação é a inserção de “cláusulas restritivas de competição que contaram com a participação de Juscelino Filho”.

Mensagens do empresário trocadas com o hoje ministro no período entre 2017 e 2020, quando Juscelino era deputado federal, tratavam sobre a destinação de emendas e execução de obras. “Demonstrou que Juscelino Filho tinha o controle das licitações que envolviam as empresas do Eduardo DP”, diz o relatório enviado ao gabinete do ministro Flávio Dino, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF).

A defesa de Juscelino, por sua vez, nega irregularidades e afirma que as conversas incluídas no inquérito da PF são de anos anteriores aos processos de licitação. Segundo os advogados do ministro, o papel do então deputado foi o de indicar as emendas parlamentares, sem ingerência sobre a contratação e a execução da obra. “Essa suposta demonstração da participação do peticionário (Juscelino) no esquema criminoso não corresponde ao conteúdo do relatório policial, que se limitou a identificar emendas destinadas pelo peticionário enquanto parlamentar”, argumentam os defensores do ministro ao pedir o trancamento de inquérito no STF. 

Já a prefeita de Vitorino Freire afirmou, e nota, que a obra de pavimentação de ruas executada pela Construservice “foi realizada conforme os procedimentos administrativos e legais vigentes à época”. “A única contribuição do então deputado federal Juscelino Filho foi a indicação de suas emendas, nada mais, portanto, a afirmação de que Juscelino tinha controle sobre as licitações é completamente falsa”. diz. Também procurada, a defesa de Eduardo DP não se manifestou.

Ainda segundo a PF, as mensagens também mostram que Juscelino e Eduardo DP discutiram a “montagem” de uma licitação, mesmo “modus operandi” que, de acordo com investigação, teria sido empregado em outras concorrências.

“As conversas angariadas do núcleo empresarial indicam que Juscelino Filho mantinha contato espúrio com Eduardo DP acerca das licitações provenientes de verbas encaminhadas pelo parlamentar”, diz trecho do documento apresentado ao STF.

No pedido de trancamento do inquérito apresentado ao STF na sexta-feira passada, a defesa do ministro rebate esse ponto ao alegar que o relatório policial não aponta “nenhum elemento que relacione o peticionário à suposta inclusão de cláusula restritiva em procedimento licitatório, muito menos com o fim de beneficiar terceiro”. 

A Polícia Federal indiciou Juscelino pela prática dos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva ao apontar seu envolvimento em supostos desvios de emendas enviadas na época em que ele ainda era deputado federal, ou seja, antes de assumir o Ministério das Comunicações no governo.

Segundo as investigações, o dinheiro de emenda parlamentar enviado por Juscelino, quando era deputado federal, foi usado pela estatal Codevasf para asfaltar uma estrada que beneficia sua própria fazenda em Vitorino Freire, no Maranhão. A obra de pavimentação da estrada da fazenda em Vitorino Freire foi orçada em R$ 7,5 milhões e feita pela Construservice.

O relatório final com a investigação da PF indiciando Juscelino foi encaminhado na quarta-feira ao STF. Agora, caberá à Procuradoria-Geral da República se manifestar sobre as conclusões do inquérito. (O Globo)

Corpo de caminhoneiro desaparecido é encontrado em Grajaú

 

A polícia localizou nesse domingo (16) na zona rural de Grajaú, 567 km de São Luís, o corpo do caminhoneiro Jardison Roberto Goudinho, conhecido como “Vaqueiro”. Ele estava desaparecido há mais de uma semana.

O corpo do caminhoneiro estava parcialmente carbonizado. O celular dele, que estava no bolso, não foi destruído pelo fogo. Após ser conectado ao carregador, ficou confirmado ser de Jardison Roberto.

O caminhão roubado foi encontrado três depois em Lajeado Novo

O corpo foi encaminhado ao IML de Imperatriz. A vítima dirigia uma carreta carregada de grãos de milho que havia sido tomada de assalto no último sábado (8), na região de Estreito e Porto Franco.

O veículo foi abandonado e encontrado três dias depois. Já a carga foi localizada na zona rural de Lajeado Novo.

De acordo com a polícia, algumas pessoas envolvidas no roubo e receptação da carga já foram identificadas, mas os nomes não devem ser divulgados para não atrapalhar as investigações.

Os envolvidos na ação criminosa devem responder por roubo, receptação, latrocínio e ocultação de cadáver. DoGillima 

Parte da carga encontrada pela polícia

Vereador agride namorada e é preso no interior do Maranhão

 

No último domingo(16), uma equipe da Polícia Civil de Buriticupu conseguiu, na cidade de Buriticupu, prender em flagrante um homem, em virtude do cometimento do crime de lesão corporal qualificada no contexto da Lei Maria da Penha. O preso, que é vereador da cidade, teria agredido a namorada.

Após tomar conhecimento de que a vítima havia sido lesionada, os policiais civis encaminharam a mesma a uma unidade hospitalar da cidade para realizar o exame de corpo de delito, onde foi constatada a lesão qualificada.

De posse dessas informações, os investigadores conseguiram localizar e prender o vereador. O agressor foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. Sidnei Costa.

Vaqueiro morre em vaquejada no interior do Maranhão

 

Uma tragédia marcou a noite deste domingo (16) no Haras São Pedro, no município de Governador Edson Lobão, Maranhão. O vaqueiro Luís Carlos, natural de Pernambuco, perdeu a vida durante uma competição de vaquejada, um evento tradicional e muito apreciado na região.

O acidente ocorreu quando Luís Carlos caiu de seu cavalo durante a competição. Infelizmente, o animal acabou caindo por cima do vaqueiro, causando ferimentos graves. De acordo com testemunhas, ele foi prontamente socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu e faleceu a caminho da unidade de saúde.

Luís Carlos era uma figura conhecida e respeitada no mundo das vaquejadas. Sua morte inesperada abalou profundamente a comunidade local e o universo das vaquejadas, deixando uma lacuna difícil de ser preenchida.

Em nota, o portal Mais Maranhão expressou suas condolências aos amigos, familiares e à comunidade de vaqueiros pela perda de Luís Carlos. Sua partida trágica é um lembrete doloroso dos riscos envolvidos nesse esporte tradicional.