sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Primo do governador Carlos Brandão é baleado em tentativa de assalto

 

O empresário e agropecuarista Sebastião Carlos Brandão, primo do governador Carlos Brandão, foi baleado, na noite dessa quinta-feira, 18, durante uma tentativa de assalto à mão armada em um estabelecimento comercial, na cidade de Caxias, informou o blog do Irmão Inaldo, daquele município.

A ação foi registrada por câmeras de segurança do estabelecimento. Um assaltante desceu da garupa de uma moto e abordou o empresário, enquanto um comparsa ficou aguardando.

Com um revólver em punho, o assaltante invadiu o estabelecimento e foi na direção de Sebastião Brandão, que reagiu e correu, sendo nesse momento atingido com um disparo adentrou a altura do pulmão.

O empresário socorrido em um carro particular e levado para o Hospital Geral de Caxias.

Segundo a testemunha, estado de saúde da vítima é estável.

A Polícia Civil investiga o caso e tenta descobrir se realmente foi uma tentativa de assalto, dadas as circunstâncias do crime: o autor do disparo desce da moto e vai diretamente em direção ao empresário. E no vídeo não dá para perceber se ele está com celular na mão, o que atrairia o suposto assaltante. (O Informante

Carlos Brandão reduz e anistia juros e multas do IPVA e ITCD

 

O governador do Maranhão Carlos Brandão (PSB), anunciou, nesta sexta-feira (19), nas redes sociais a edição de Medida Provisória reduzindo e anistiando juros e multas de devedores do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e do ITCD (Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação, de Quaisquer Bens ou Direitos).

A Medida Provisória que já está em vigor garante 100% de desconto em caso de pagamento à vista e de 60% de desconto para quem optar pelo parcelamento da dívida.

“Editei medida provisória anistiando e reduzindo juros e multas dos débitos com ITCD e IPVA. Para pagamento à vista, 100% de desconto. Para parcelamento, 60% de desconto. Tomei esta decisão considerando a grave crise nacional e a necessidade de proteger as famílias maranhenses”, ressaltou.

Foto: Divulgação

Secretário de Educação, Dr. Éder Amador participa de Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais em Educação, em Brasília

 

                                     Secretário de Educação de Joselândia, Dr. Éder Amador

Visando ampliar seus conhecimentos na área e trazer novas experiências para o município de Joselândia, o secretário Municipal de Educação, Dr. Éder Amador está participando, em Brasília, capital federal, do fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais em Educação, promovido pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME). O encontro, que está reunindo cerca de mil dirigentes municipais, abordará a temática relacionada a garantia do direito a educação das políticas para discussão pública. 

A participação do secretário de Educação de Joselândia em um evento desse nível é considerado uma avanço, pois essa é primeira vez que um representante da área vai além do estado em busca de formação e conhecimento em favor do município. 
                   Dr. Éder Amador com a bandeira de Joselândia

No 9º Fórum Nacional, que teve início dia 16 de agosto, sendo concluído hoje (19), vem acontecendo uma concentração de palestras e debates, tendo como objeto, encontrar novas metas e propostas inovadoras capazes de fazer fluir novos caminhos na área e protagonizar um leque de propostas viáveis. Já foram discutidos assuntos como competências socioeconômicas, o trabalho pedagógico no processo de alfabetização de crianças, formação continuada dos profissionais da educação, além de outros temas de maior relevância no contexto educacional.

Na oportunidade os participantes do fórum, entre eles o representante joselandense, estão conhecendo o atendimento institucional individualizado de técnicos do Ministério da Educação e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e iniciativas de parceiros da Undime e materiais de empresas credenciadas. 

O encontro pelo porte que tem e toda sua estrutura oferecida de apoio de conhecimento, só tem a propiciar novos valores a serem dinamizados pelos secretários municipais em cada município, tornando a educação local com uma visão mais ampla e capacitada para enfrentar uma maior diversidade de problemas, caso venha a surgir, além da instrução pedagógica que faz fortalecer os laços com uma educação mais compromissada. 


 

"Encontros e fóruns como este oferecem maior conhecimento aos gestores municipais com larga possibilidades de serem aplicados no âmbito municipal, dando maior desenvoltura e desempenho a estrutura de organização da educação. Meu objetivo aqui é conhecer novas técnicas  e situações empreendedoras que possibilitem mais avanços para a educação de Joselândia, que hoje vem vivendo um bom momento em face da liberdade de trabalho que nos dá o prefeito Raimundo Zuca", destacou Dr. Éder Amador. 

     Leuzinete Pereira da Silva, secr. de Estado da Educação do Maranhão e Dr.                                   Éder Amador, secr. de Educação de Joselândia 

TUNTUM: Com possível medo de enfrentar os professores, vereadores da situação faltam a sessão; professores vão às ruas

 


Os vereadores de Tuntum, que deveriam ser os fiéis representantes do povo, talvez não estão honrando como deveriam a causa que abraçaram, que é a defesa dos direitos dos seus concidadãos e munícipes. Na sessão ordinária que teria hoje (19), previamente agendada para recepcionar os profissionais em educação para tratar sobre o pagamento do abono da classe, não aconteceu novamente por falta de quórum. Por mais uma vez os vereadores que dão apoio ao governo municipal não compareceram à sessão, um suposto artifício ou manobra para retardar os esclarecimentos sobre o abono.

Estiveram presentes no plenário da Casa aguardando a chegada dos demais, somente os quatro vereadores do bloco de oposição: José Solisvan, Alan Noleto, Zé de Ourinho e Renan Bílio. Mesmo assim, sob a liderança do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tuntum (SINDSERT), professor Leno Carlos, e do assessor especial da Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Maranhão (FETRACSE), Valmir Carlos Araújo Júnior, foi aprovada uma assembleia extraordinária onde foi deliberado um novo encontro na Câmara, para a próxima sexta-feira, dia 26, para ser tratado dos mesmos assuntos. Ainda foi deliberado, que após a sessão, de forma pacífica, os professores sairão em caminhada pelas ruas da cidade. 


Segundo os líderes sindicais, o evento será o primeiro de muitos que serão deflagrados, podendo haver também outras formas de manifestar a situação que restringe a categoria, que neste caso tem sido o não pagamento do abono, restos a pagar das sobras do Fundeb 70% do exercício 2021, até o presente negado pela gestão municipal, mas comprovado sua existência com clareza por meio das folhas de pagamento fornecidas pela própria Prefeitura e Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

VEREADORES PROFESSORES NÃO COMPARECEM

De forma vergonhosa e ainda não explicada, que talvez não tenha uma explicação plausível, os vereadores professores, que deveriam ser os primeiros a defender a justa causa, simplesmente não compareceram, envergonhando a própria categoria que também fazem parte. Deixaram de comparecer os vereadores professores Carloman (Carlim) Tibúrcio, Geová Soares e Ironílson Rodrigues. O não comparecimento desses edis pegou a classe de surpresa, já que todos entendiam que os mesmos seriam os únicos a apoiá-los. 

Entre os profissionais de educação, o nome do vereador Carlim Tibúrcio foi o mais destacado, já que sempre participou ativamente das reuniões da categoria e sempre se mostrou favorável as reivindicações pleiteadas, para de repente nem se quer comparecer a tão esperada sessão de esclarecimentos dos inequívocos direitos dos profissionais. Já estaria o vereador discordando da posição dos professores? Ou foi persuadido a ficar contra e a favor da gestão? 

Nas vezes em que foi candidato, inclusive no último pleito eleitoral, Carlim tinha como discurso a defesa da educação e o direito dos professores, que pelo fato de hoje, aparentemente, mostra-se contraditório ao perfil pregado. Tibúrcio já foi candidato algumas vezes, mas nunca logrou êxito em suas investidas, está hoje no posto como vereador porque um membro da casa pediu licença. O seu não comparecimento, que ainda não foi justificado, pode até ser por razões superiores, mas Carlim precisa provar aos seus coirmãos de batalha o porquê de sua ausência, do contrário, ele não é a diferença que sempre pregou, ou seja, é igual aos demais, segue a mesma linha de comando.

Mas a decepção não foi só a ausência de Carlim Tibúrcio, o também suplente de vereador Ironílson Rodrigues, hoje titular em razão do afastamento provisório de um colega, que inclusive já foi até gestor escolar (diretor de escola) e hoje ocupa o cago de secretário adjunto de educação, também decepcionou profundamente os colegas.

Para os presentes, Iveronílson não só foi uma simples decepção, ele também pode estar traindo os colegas, se acovardando das causas que sempre defendeu com unhas e dentes, e que talvez por estar com cargos no governo e aliado ao próprio sistema, esteja contrário aos seus princípios, o que é muito de se estranhar, já que sempre foi considerado de boa índole e de caráter autêntico. Rodrigues precisa também dá uma boa justificativa para a sua possível mudança de postura, se é que realmente mudou mesmo, ou se sua ausência foi um lapso do esquecimento do cotidiano. Muito estranha sua ausência...


quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Brasileiro se casa com nove mulheres em cerimônia com padre em São Paulo

 

Casado com oito mulheres, o modelo brasileiro Arthur Medeiros, de 37 anos, conhecido na internet como Arthur O Urso, relatou ao GLOBO que contratou uma equipe de segurança para a mansão onde vive com as esposas, em João Pessoa, após o imóvel ter o muro pichado com os dizeres “família do demônio”.

O poliamor entre ele e as oito mulheres foi selado em uma cerimônia simbólica em novembro do ano passado, em uma igreja católica em São Paulo. Segundo Arthur, esta foi a primeira vez que ele e as companheiras sofreram uma agressão tão escrachada.

— Eu fico muito surpreso com essa situação, porque eu nunca fiz mal a ninguém e só quero ter a liberdade de viver o amor que eu acredito. Estou acostumado a ouvir frases semelhantes na internet, mas ter o muro da minha casa pichado é algo que precisa ter medidas legais cabíveis. Estamos com medo de tentarem fazer algo diretamente contra nós — relatou o modelo.

Arthur O urso

O casamento entre Arthur, Bethânia, Tainá, Lorena, Emelly, Melina, Kyara, Luana, Thayenne e Aghata foi simbólico pois no Brasil a poligamia é considerada crime. A cerimônia aconteceu em novembro do ano passado, após entrar em contato com cerca de 83 igrejas, que se recusaram a dar a bênção ao policasal.

Quando um padre aceitou a missão, os nove se casaram sem assinar nenhum tipo de contrato. O modelo optou por não revelar o nome da igreja e do padre por medo de sofrerem ataques preconceituosos.

— Não podemos dizer que de fato elas são apenas amigas. Existe o amor, o carinho. Além do mais, vez ou outra nós nos envolvemos entre si no mesmo ambiente. Vivemos como uma família comum, todo mundo faz tudo dentro de casa.

O noivo e as noivas

A única diferença é que o amor que sinto é diferente pela Luana, por nossa relação de anos, mas não vai demorar muito para o sentimento ser igual com todas — relatou o modelo, explicando, em seguida, que apenas ele tem esposas e as mulheres entre si têm uma relação de carinho, mas sem rótulos.

Arthur nasceu em João Pessoa e há sete anos vive um relacionamento aberto. De acordo com o modelo, ele sabia desde a adolescência que não gostaria de viver a monogamia por sentir atração por várias mulheres.

Em 2015, Arthur conheceu a influenciadora digital Luana Kazaki, com quem é oficialmente casado no civil, e decidiram juntos que teriam outras parceiras na relação. Ambos conheceram as outras sete mulheres através de amigos em comum, sites de relacionamentos e festas.

Cerimônia de 'casamento'

— Depois de sete meses juntos, eu e a Luana, quando decidimos que viveríamos um amor livre, fomos para São Paulo, para fugir dos preconceitos. A única que sou casado no civil é com ela, com minhas outras esposas casei simbolicamente.

O que antes era um casal convencional passou a ser, no último ano, um grupo poliamor, formado por Arthur e nove mulheres. Agatha, porém, decidiu se divorciar pouco tempo depois por não aceitar o relação do modelo com as outras mulheres.

— Ela queria me ter só para ela, mas ela sempre soube que eu não sou monogâmico. Fiquei muito triste com a separação e ainda mais surpreso com a desculpa dela de dizer que queria voltar ser apenas um casal. Minhas outras esposas acharam que sua atitude estava errada e que ela aceitou o casamento por aventura e não por sentimentos reais — afirmou o modelo.

Brasileiro casado com nove mulheres procura mais esposas - RIC Mais

Apesar de não querer substituir a mulher que se divorciou, Arthur sonha em casar com mais duas mulheres no futuro, além de ter um filho com cada.

— Eu só tenho uma filha, mas quero ter (um filho) com cada uma das minhas esposas. O amor que sinto por cada um deles é o mesmo. Eu acho que seria injusto ter filhos apenas com uma ou duas delas.

Arthur posa com Luana Kazaki, a união mais antiga que mantém — Foto: Reprodução / Instagram

Os nove se mudam para a mansão em João Pessoa para ter mais conforto, segundo Arthur. A casa de quase mil metros quadrados também foi pensada para promover entretenimento entre eles, que saem pouco de casa todos juntos para fugir do preconceito.

Algumas vezes, relata o modelo, eles se sentem como “passarinhos dentro da gaiola”. A pichação feita nesta segunda-feira na residência da família também pedia para que os nove moradores deixassem o local.

Polícia Civil de São Domingos prende suspeitos de estelionato em Fortaleza-CE que aplicavam golpes em P. Dutra e região

 


Hoje por volta das 06h30min, com o fim de combater o crescente número de crimes de estelionato na modalidade fraude eletrônica (art. 171, §2°-A, do Código Penal Brasileiro), Policiais Civis da Delegacia de São Domingos-Ma, com apoio operacional dos Grupos de Pronto Emprego de Presidente Dutra, desencadearam a segunda fase da Operação Policial "Callidus", com o fim de dar cumprimento a mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza e Maracanaú, no Estado do Ceará. 

Na ocasião, foram presos em flagrante os nacionais H.R.N. e F.E.R.B, por uso de documento falso e posse irregular de arma de fogo.

Durante a diligência foi ainda dado cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de H.R.N, por crime de tráfico de drogas.

As investigações terão prosseguimento com o fim de identificar e prender os demais integrantes da associação criminosa que, com residência no Estado do Ceará, cometeram diversos crimes de estelionato na modalidade fraude eletrônica contra vítimas domiciliadas em São Domingos do Maranhão, Tuntum, Presidente Dutra, São Bento, Mirinzal e Cândido Mendes, no Estado do Maranhão.

Por ocasião do cumprimento dos mandados de buscas, foram apreendidos 01 (um) revólver de calibre 38, diversos cartões bancários em nome de terceiros, 11 (onze) munições de calibre 38, bem como vários aparelhos celulares.

Findo os procedimentos de praxe, os presos foram apresentados na central de flagrantes de Maracanaú-CE.

Professores voltarão à Câmara amanhã (19) para pedir apoio ao pagamento do abono; 3 vereadores professores devem apoiar a causa

 


Os professores da Rede Municipal de Educação estarão na manhã dessa sexta-feira (19) na Câmara de Vereadores de Tuntum para esclarecer aos seus membros a existência de sobras dos 70% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), e a necessidade de que elas  sejam pagas devidamente pelo Executivo, que até o presente momento vem negando seu dever constitucional em honrar o fiel pagamento à categoria, negando insistentemente que não há restos a pagar, contrariando provas cabais e contundentes em folhas de pagamento, inclusive fornecidas pela própria Prefeitura e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

De posse desses documentos de comprovação, os professores, amparados pelo apoio sindical do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tuntum e Federação (SINDSERT) e Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais do Estado do Maranhão (FETRACSE), irão expor a pendente situação e cobrar da Casa Legislativa medidas necessárias de apoio para o cumprimento do pagamento, até então, negado pelo Chefe do Executivo, prefeito Fernando Pessoa, que inclusive, na época, havia autorizado a análise nas folhas de pagamento do percentual dos 70%, sendo encontrado sobras superiores a mais R$ 7,5 milhões.

Os vereadores, como os representantes mais próximos do povo, exercem função fiscalizadora, ou seja, além das votações, eles também têm o poder e o dever de fiscalizar a administração da gestão, principalmente cuidando da aplicação dos recursos. É por essa ótica legal que os profissionais em educação estão na Câmara amanhã para pedir providências e cumprimento irrestrito do pagamento do que lhes é de direito, segundo o estabelecido pela por lei.

CÂMARA TEM 3 VEREADORES PROFESSOR

Pela lógica não haverá tanta resistência para os professores municipais assegurarem o devido apoio em prol do pagamento do abono 2021, já que além do apoio dos demais vereadores simpáticos à causa, há na Casa três vereadores professores, e com certeza irão apoiar o movimento, além de buscarem o diálogo junto ao restante para aderirem ao justo debate da categoria de educação. Os educadores, sem sombra de dúvidas, já contam com o apoio dos professores Geová Soares, Carloman (Carlim) Tibúrcio e Ironílson Rodrigues.

Caso haja uma negativa aos anseios da classe trabalhista, há possibilidades de que no mesmo local os líderes deliberem a atitude a ser tomada, já podendo todos iniciarem no momento um movimento de manifestação, percorrendo as ruas da cidade e mostrando à população o descaso da gestão do prefeito Fernando Pessoa com os professores de Tuntum, categoria que ele havia prometido tratar com mais respeito e dignidade.

quarta-feira, 17 de agosto de 2022

PESQUISA: Pagamento do Auxílio Brasil não altera diferença entre Lula e Bolsonaro; 12 pontos é a diferença

 


A 15ª rodada da pesquisa Genial/Quaest mostra que o pagamento da primeira parcela do Auxílio Brasil, no último dia 9, não teve impacto relevante na intenção de voto no presidente, nem na avaliação de seu governo. Se a eleição fosse hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria 45% dos votos no primeiro turno, contra 33% do presidente Jair Bolsonaro, mantendo a diferença de 12 pontos percentuais registrada na pesquisa anterior.

Ciro Gomes, do PDT, teria 6% dos votos e Simone Tebet, do MDB, 3%. Os demais candidatos não pontuaram, enquanto 6% votariam em branco, nulo ou não compareceriam às urnas. Outros 6% continuam indecisos. No segundo turno, Lula venceria com 51% dos votos, contra 38% de Bolsonaro. Pela primeira vez, o intervalo entre as duas sondagens, ambas feitas de forma presencial, foi de duas semanas.

A pesquisa quis saber se o pequeno impacto do Auxílio Brasil e da redução do preço dos combustíveis nas intenções de voto pode ser atribuído a um desconhecimento sobre a autoria das medidas, e constatou que não: 58% dos eleitores sabem que o autor é Bolsonaro. Em contrapartida, 62% consideram que os ajustes no benefício e no Vale-Gás têm como objetivo principal ajudar a eleição de Bolsonaro, enquanto 33% acreditam que são medidas destinadas a ajudar as pessoas.

O maior crescimento das intenções de voto em Bolsonaro ocorreu entre os evangélicos. Nesse grupo, o presidente subiu 17 pontos percentuais desde março e teria hoje 52% dos votos, contra 28% de Lula. Entre os católicos, a vantagem é de Lula, com 52%, contra 27% de Bolsonaro. O ex-presidente mantém seu melhor desempenho entre os que ganham até dois salários mínimos, faixa em que tem o apoio de 55% dos eleitores, enquanto Bolsonaro tem 27%.

O presidente leva vantagem entre os eleitores com renda superior a cinco salários mínimos, com 41% das intenções de voto contra 33% de Lula. Por região, Lula mantém vantagem folgada no Nordeste (61% a 21% de Bolsonaro). O presidente lidera na região Sul, com 46%. Nas demais regiões os dois candidatos estão empatados.  Hoje, 65% dos eleitores dizem que seu voto é definitivo, contra 33% que admitem a possibilidade de mudança.

A pesquisa Genial/Quaest, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número 01167/2022, ouviu 2.000 pessoas com mais de 16 anos entre os dias 11 e 14 de agosto, em entrevistas nas casas dos eleitores em 27 estados. Desde julho de 2021, a Genial/Quaest realiza pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais. É a mais longa série de sondagens feita presencialmente no país.

Flávio Dino lidera com 52,4%, mais de 20 pontos de vantagem à frente de Roberto Rocha

 

O ex-governador Flávio Dino(PSB) continua com boa vantagem sobre seus adversários na disputa do Senado. Dino tem uma vantagem de mais de 20 pontos de diferença para o segundo colocado, o atual senador Roberto Rocha(PTB).

O levantamento do Instituto Econométrica/O Imparcial perguntou aos eleitores em quem eles votariam para representar o Maranhão no Senado Federal. Estão na disputa seis candidatos, contando a saída do Pastor Bel (Agir 36) e a entrada de Ivo Nogueira, pelo Democracia Cristã.

Na corrida ao Congresso o ex-governador Flávio Dino continua na liderança, passando dos 48,5% das intenções de voto em julho para 52,4% em agosto. Ele é seguido pelo candidato à reeleição Roberto Rocha (PTB), que saiu dos 27,9% para 28,3% do eleitorado pesquisado.

Antônia Cariongo (PSOL) tinha 0,4% e agora 0,9%, Ivo Nogueira recebeu 0,8% das intenções e Saulo Arcangeli (PSTU) passou de 1,1% para 0,3%. Os que não votariam em nenhum dos pré-candidatos ao Senado pelo Maranhão são 7,7%, enquanto 8,8% não sabem ou não responderam.

Rejeição para o Senado
Também foi perguntado nesta pesquisa em quais concorrentes ao Senado os eleitores jamais votariam. Nesse cenário, o ex-governador Flávio Dino também liderou com 27,7% de rejeição dos entrevistados, seguido de Antonia Cariongo, rejeitada por 26% do eleitorado.

Logo atrás vem Roberto Rocha, com índice de rejeição de 23,4%, Saulo Arcangeli, com 17,6%, e Ivo Nogueira, rejeitado por 11,9% dos pesquisados. Não votariam em nenhum destes somou 8,7%, e 16,9% não souberam/não responderam.

Pesquisa Econométrica
Nesta pesquisa, foram ouvidas 1.503 pessoas em 59 municípios do Maranhão, incluindo a capital São Luís, no período de 11 a 15 de agosto de 2022, com uma margem de erro de 2,5% para mais ou para menos, e confiabilidade de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE com o número MA-01087/2022. Com informações de O Imparcial

Morre Curió, ex-coronel da ditadura e 'chefe' do garimpo de Serra Pelada


Militar que comandou combate à guerrilha do Araguaia faleceu após ser internado em hospital de Brasília; em 2020, ele se encontrou com Bolsonaro.

Sebastião Rodrigues de Moura, o ex-militar e ex-deputado federal mais lembrado pelo seu papel no combate na guerrilha do Araguaia, nos anos 1960 e 1970, morreu em Brasília nesta quarta-feira (17), aos 87 anos. Ele havia sido internado no início da semana, e sofreu uma falência múltipla de órgãos.

Curió atuou como militar entre 1952 e 1982, quando foi reformado. Entre suas ações, estava sua participação na organização do governo militar contra a chamada “Guerrilha do Araguaia”. O então major foi acusado de ter papel de destaque na ação estatal, inclusive liderando sessões de tortura contra guerrilheiros.

Após seu papel na ditadura, ele foi deputado federal nos anos 1980 e interventor federal no oeste do Pará durante o boom de mineração de Serra Pelada. A mina fica hoje em um município de nome “Curionópolis”.

Nos últimos anos, o militar reformado e ex-parlamentar vivia recluso em Brasília, recebendo uma aposentadoria de R$ 26,7 mil, segundo dados do Portal da Transparência. Uma das raras aparições foi no início da pandemia, quando visitou o presidente Jair Bolsonaro. O texto do Planalto sobre o encontro, exaltando o papel do militar na morte dos guerrilheiros, foi retirado do ar a pedido da Justiça.

Pesquisa Econométrica: Brandão amplia vantagem, Weverton e Lahesio empatados

 


A segunda pesquisa de intenção de voto para as eleições no Maranhão, realizada pelo Instituto Econométrica/O Imparcial, mostra que o atual governador Carlos Brandão manteve a liderança e ampliou a vantagem na disputa pelo governo do estado. A pesquisa também apontou para um empate técnico entre os candidatos Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes (PTB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 15 de agosto em São Luís e mais 58 cidades do Maranhão. Na disputa pelo Palácio dos Leões estão nove candidatos: Carlos Brandão (PSB), Edivaldo Holanda Jr. (PSD), Enilton Rodrigues (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Joás Moraes (DC), Lahésio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), e Weverton Rocha (PDT).

O candidato Frankie Costa, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), não esteve entre os candidatos pesquisados por ter confirmado a candidatura recentemente.

Resultados e comparativo

A segunda pesquisa Econométrica/O Imparcial estimulada para o Palácio dos Leões mostrou que o atual governador, Carlos Brandão (PSDB), manteve a liderança e ampliou a vantagem, saindo dos 34,8% das intenções de voto para 40,7%, quase seis pontos percentuais a mais que no primeiro levantamento, realizado entre 19 e 22 de julho.

Se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (Pesquisa estimulada).

Já na vice liderança permanece o empate técnico entre o senador Weverton Rocha e Lahésio Bonfim (PTB), prefeito de São Pedro dos Crentes. O pededista caiu mais de dois pontos percentuais, de 23,6% em julho para 21,4% nesta pesquisa. Já Lahesio continua com os mesmos 20,5% das intenções de voto.

O ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PSD), perdeu apenas um décimo do eleitorado entre as duas pesquisas, sendo escolhido por 7,5% dos questionados. O Professor Joás Moraes, recém ingresso na disputa ao governo, recebeu 1,1% das intenções do eleitorado maranhense.

Votos válidos

Na pesquisa apenas com os votos válidos, Carlos Brandão teria 44,4%, Weverton Rocha 23,4%, Lahésio Bonfim 22,4%, Edivaldo Holanda Júnior 8,1%, Prof. Joás Moraes 1,2%, Simplício Araújo 0,3%, e Enilton Rodrigues e Hertz Dias 0,1%. Os votos válidos não incluem votos brancos e nulos.

Confrontos no 2º turno

Assim como a pesquisa Econométrica/O Imparcial realizada em julho, o levantamento de agosto também simulou três possíveis confrontos em um segundo turno para o governo do Maranhão.

No confronto entre Carlos Brandão e Weverton Rocha, o governador teve 48% das intenções de voto (42,1% em julho) contra 32,1% para o senador do PDT (32,9% no primeiro levantamento). Não souberam ou não responderam contabilizaram 7,3%, votos nulos e brancos somaram 12,6%.

Se houver segundo turno na eleição para governador do Maranhão e os candidatos forem esses, em quem o sr(a) votaria? (CONFRONTOS)

Num segundo cenário com Brandão e Lahésio, o candidato do PSB venceria com 52,8% das intenções de voto, enquanto o prefeito de São Pedro dos Crentes teria 29,5%. Brancos e nulos foram 9,9%, não sabem/não responderam somaram 7,9%


No terceiro e último duelo simulado de segundo turno, o senador do PDT Weverton Rocha seria o vencedor com 40,6% das intenções, ao passo que Lahesio somaria 33,3%. Brancos e nulos somaram 14,4%, não sabem/não responderam são 11,8%.

Fonte e matéria completa: www.oimparcial.com.br

terça-feira, 16 de agosto de 2022

ORÇAMENTO SECRETO: Prefeito Fernando Pessoa precisa explicar o que fez com R$ 30,4 milhões destinado para Saúde de Tuntum

 Dinheiro caiu nas contas do município num curto espaço de apenas um ano e meio (2021 a 2022), desse valor de emendas destinado para Saúde, R$ 11 milhões são oriundos do chamado orçamento secreto.

Relatório produzido pelo Blog do Domingos Costa baseado em dados fornecido pelo Ministério da Saúde, revela que a prefeitura de Tuntum, sob a gestão do prefeito Fernando Pessoa, do PDT, recebeu em um intervalo de apenas um ano e seis meses, mais de R$ 30 milhões destinado para aplicar na saúde dos tuntuneses.

Toda essa fortuna é oriunda de emendas dividida de três formas: Emenda Individuais, Emendas de Bancada e as chamadas “emendas do relator” também conhecidas como “emendas secretas” ou RP9, criadas em 2019 pelo governo Jair Bolsonaro com a finalidade de garantir base de apoio no Congresso Nacional, mas que nem sempre estão de acordo com os interesses públicos.

Nas planilhas que refere-se a prefeitura de Tuntum (confira acima), nos anos de 2021 e 2022, quatro deputados federais enviaram recursos para a cidade: Juscelino Filho, Edilázio Júnior, Gil Cutrim e Zé Carlos, na listagem também a aparece o senador Weveton Rocha, do PDT.

No quesito “Emendas de Bancada”, a gestão Fernando Pessoa “ganhou” 10 (dez) que somam R$ 8,2 milhões para ser aplicada na Saúde.

– Divisão por ano 

Em 2021, Tuntum recebeu R$ 12.495,387,00 (doze milhões quatrocentos e noventa e cinco mil, trezentos e oitenta e sete reais) para serem investidos na saúde do povo tuntunese. Desse total, R$ 5,3 milhões é do orçamento secreto.

Agora, no ano de 2022, foram mais R$ 17.982,519,00 (dezessete milhões, novecentos e oitenta e dois mil, quinhentos e dezenove reais ) destinado para a mesma finalidade, a fortuna em dinheiro público caiu na conta do município ainda no primeiro semestre. Nesse valor, R$ 5,6 milhões chegou a prefeitura por meio de emenda secreta.

Conforme a planilha, ainda resta a prefeitura receber, segundo dados do Ministério da Saúde, mais R$ 5.263.000,00 (cinco milhões duzentos e sessenta e três reais) para cair na conta da prefeitura sob finalidade de apliação no Centro Especializado em Reabilitação (CER).

Isto é, apenas para área da saúde em dinheiro extra, a gestão Fernando pessoa irá totalizar 35,8 milhões de reais. Falta cair na conta da prefeitura apenas os recursos do CER.

– Emendas R$ 11 milhões do orçamento secreto

Pela divisão de emendas conforme checagem do Blog do DC, Tuntum possui 8 (oito) emendas do “orçamento secreto” cujo o autor não é identificado. Esses valores somam nada menos que R$ 11.046.187,00 (onze milhões, quarenta e seis mil, cento e oitenta e sete reais) oriundos das RP9.

A população local quer saber aonde o prefeito aplicou todo esse dinheiro ou parte dele, porque na cidade a Saúde pede socorro, faltam atendimentos médicos, medicamentos e tantos outros serviços na área.