sexta-feira, 31 de julho de 2009

Exposição de imagem de ex-vereador morto pode parar na justiça

O tanatório Cristo Rei, de Tuntum, está formalizando uma representação na justiça pela divulgação sem autorização das imagens do pecuarista e ex-vereador Geovane Alves Custódio, o Divani, assassinado no dia 14 de junho nas proximidades do povoado Cipó, as margens da Br 226.
O responsável pela casa de tratamento dos mortos, que prefere manter o sigilo de seu nome, disse que recebeu a informação da exposição das imagens, gravadas por celular, da esposa da vítima que pediu providências dos proprietários. Segundo um dos proprietários as imagens foram gravadas por um desconhecido que aproveitou um momento de descuido dos agentes funerários quando o corpo de Divani estava na pedra.
Ainda segundo informações repassadas ao blog a viúva estaria indignada com exposição das imagens do marido morto e quer a qualquer custo apurar o ilícito para responsabilizar quem as fez e divulgou pela cidade.

5 comentários:

  1. Jean Carlos Gonçalves1 de agosto de 2009 08:36

    Realmente impressiona a postura sadista que as pessoas tem em relação a fatos dessa natureza.

    ResponderExcluir
  2. O mundo está perdido! A nossa sociedade é alienada pelos meios de comunicação. O povo não trabalha mais, pois tem o Bolsa Família para ofertar comida de graça. O povo tem que respeitar a dor dos outros e se preocuparem com suas vidas próprias. Que essa pessoa pague por esse idiota vexame... VCTOR – CENTRÃO.

    ResponderExcluir
  3. O mundo está perdido! A nossa sociedade é alienada pelos meios de comunicação. O povo não trabalha mais, pois tem o Bolsa Família para ofertar comida de graça. O povo tem que respeitar a dor dos outros e se preocuparem com suas vidas próprias. Que essa pessoa pague por esse idiota vexame... VCTOR – CENTRÃO.

    ResponderExcluir
  4. O mundo está perdido! A nossa sociedade é alienada pelos meios de comunicação. O povo não trabalha mais, pois tem o Bolsa Família para ofertar comida de graça. O povo tem que respeitar a dor dos outros e se preocuparem com suas vidas próprias. Que essa pessoa pague por esse idiota vexame... VCTOR – CENTRÃO.

    ResponderExcluir
  5. No último dia 26, o jornal O Estado de São Paulo (Estadão), que vem sentando a pua na sarneyzada dia-a-dia, publicou mais uma matéria sobre os famosos "atos secretos" do Senado. Nada de novo.

    Nada de novo vírgula. Para nós tuntuenses há novidade, sim. Observem o excerto transcrito:


    “Terço – Desde quarta-feira, quando o Estadão revelou as gravações que ligam Sarney aos atos secretos, um apelo especial foi feito a um grupo de senhoras que se reúne todas as manhãs na gráfica do Senado para rezar o terço. Maria do Perpétuo Socorro de Araújo Cunha – freqüentadora assídua da turma – pediu uma oração pelo futuro de Sarney.

    Socorro foi nomeada por ato assinado pelo próprio senador Sarney em 1995. Maranhense e ex-assessora de Sarney, ela trabalha no serviço de atendimento ao usuário da gráfica.” (Por Leandro Colon)


    Sabem a que Socorro a matéria está a se referir, né? É ela mesma, a Sra. Socorro Gonzaga.


    Dona Socorro, Dona Socorro...não há terço que impeça a queda do velho sarna. A tribulação chegou muito forte pra ele. É muita pressão.


    Mas o Tema não deve se alegrar muito com isso não. Essa historinha de carreata e foguetório para festejar a queda do morubixaba, é fria.


    Temão que bote as barbas de molho. A grande tribulação dele também já está às portas. Já tô sabendo do babado.

    ResponderExcluir