terça-feira, 13 de maio de 2014

Josivan: Um filho da ingratidão


Direito de resposta da família Cunha Batista; Luis Coelho Batista, filhos, genros, noras e netos, ao vereador Josivan Carvalho Bilio.
Semana passada o vereador Josivan Carvalho Bilio utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Tuntum para ofender e macular a imagem de Maria Augusta da Cunha Batista, esposa do ex-prefeito de Tuntum (1977-1983) e ex-Deputado Estadual (1987-1990) noticiando que a mesma recebe da Prefeitura Municipal de Tuntum/MA, a quantia de R$ 15.000,00 (quinze mil) reais, referentes a contratos de locação de imóvel entre Maria Augusta e o Município de Tuntum/MA.
Cumpre informar a sociedade de Tuntum, que Maria Augusta da Cunha Batista e seu esposo Luiz Coelho Batista, possuem 02 (dois) imóveis locados para o Município de Tuntum, quais sejam: a antiga residência da família, localizada na Rua Senador Vitorino Freire, nº 248, e, um outro imóvel onde funciona a Secretaria de Educação do Município, onde funcionou a antiga empresa Credilar, recebendo a quantia de R$ 2.000,00 (dois mil) reais, por cada imóvel locado, somando-se R$ 4.000,00 (quatro mil) reais no total. E os contratos estão à disposição de qualquer cidadão ou cidadã na sede da Prefeitura Municipal.
Mentiras não devem fazer parte do cotidiano político de um legitimo representante do povo, que ali deve está para legislar, fixar leis, fiscalizar o executivo. De mais a mais, Luiz Coelho Batista, já não é mais político, encerrou suas atividades em 1990, o que não seria justo, muito menos honesto, utilizar-se da Tribuna da Casa do Povo para ofender a imagem de sua esposa Maria Augusta da Cunha.
Para os mais jovens, que não tiveram a oportunidade de conviverem com Maria Augusta da Cunha Batista e sua família, aqui vai um pouco de sua biografia: é natural de Mirador/MA, casada com Luiz Coelho Batista, empresária aposentada, mãe de 07 filhos, pelos quais sempre se dedicou exaustivamente para educá-los com retidão e caráter.
E, o vereador Josivan Carvalho Bílio, conhece Maria Augusta, sua integridade moral, sua luta e lealdade aos amigos, pois quando adolescente, a pedido de seus pais, Dona Socorro e Agenor Bílio (in memorian), foi um desses filhos de amigos que foi acolhido na casa do casal Maria Augusta e Luiz Coelho, como tantos outros jovens que por sua casa passaram em busca de oportunidade, de um mundo melhor.
Josivan Carvalho Bílio ainda adolescente veio morar na residência de Maria Augusta, no final da década de anos 80 (oitenta), em São Luís do Maranhão, uma época de bastante turbulência política no país, pois se vivia o final da ditadura militar e início do movimento pela redemocratização política do país. No Estado do Maranhão o Governador era Luís Rocha e o Prefeito de Tuntum, eleito em 1982, era Hélio Araújo.
E, foi nesta esfera política, de oposição, tanto ao Governo do Estado, quanto no plano municipal, que Luiz Coelho Batista foi eleito Deputado Estadual em 1986, tendo recebido 76% (setenta e seis por cento) dos votos válidos do município, numa belíssima demonstração de confiança do povo de Tuntum. E o jovem Josivan Carvalho Bílio, filho do Vereador Agenor Bílio, juntamente com os saudosos Ronald Torres e Júlio do Nascimento Dantas, todos de Tuntum, foram nomeados Assessores Parlamentares do Deputado Estadual Luiz Coelho Batista.
Assim, ao tomar conhecimento do pronunciamento do vereador Josivan na Câmara Municipal, o sentimento que nossa família tem, neste momento, é da mais completa decepção, de indignação, não com o vereador, mas com a pessoa que por muitos anos conviveu conosco e que todos o tinham como um homem correto e sensato. Quanta decepção, quanta ingratidão.
Falar que Maria Augusta da Cunha Batista e seu esposo se locupletam do governo municipal, sem apresentar provas, com mentiras, apenas para chamar atenção, para provocar risos na platéia, não parece ser uma atitude digna de um representante do povo, que deveria se preocupar com questões maiores, pois o povo já está cansado de tanta baixaria.
Política é a arte do diálogo, do servir ao próximo, o que se torna de bom alvitre elevar o nível das discussões políticas, sobretudo, no campo das idéias, do debate, da proposta, na qual o povo seja o maior beneficiado e, que as querelas partidárias entre governo e oposição sejam pautadas pelo equilíbrio e pela ponderação das palavras.
Porém, equilíbrio, ponderação, responsabilidade, parecem ser palavras que não fazem parte do vocabulário e da vida do vereador Josivan, que reiteradas vezes tem usado a palavra, com o desequilíbrio que lhe é peculiar, para ofender, seja a Administração Pública Municipal, sejam seus colegas vereadores, ou até aqueles que o ajudaram nos momentos mais importantes de sua vida, como é o caso de Maria Augusta da Cunha.
Não é possível que alguém uma vez na política, eleito vereador, não se incomode em ser reconhecido pela alcunha de "louco", de "desequilibrado". Caríssimo Josivan, observe em sua volta, não consegue enxergar? O máximo que as pessoas conseguem fazer quando ouvem seus pronunciamentos é darem uma boa risada e, convenhamos, é muito pouco para um representante do povo, parece que sua praia é outra.
Aproveito a oportunidade para lembrar ao vereador Josivan C. Bílio, que parece que anda meio esquecido, que Maria Augusta da Cunha Batista continua sendo a mesma mulher, íntegra, honesta, que ele conheceu e que o acolheu em sua casa com a melhor das intenções, proporcionando-lhe oportunidade que muitos outros jovens gostariam de terem tido na vida e não tiveram. Assim, quando lembrar e resolver falar do nome de Maria Augusta da Cunha, seja homem o suficiente para reconhecer o que ela fez por você e não "cuspa no prato que comeu", pois nem que você queira, jamais poderá apagar uma só letra do que está escrito neste texto, você e testemunho vivo do que agora falamos.

Por fim, fica aqui o desabafo, a decepção, indignação e repúdio de toda a família de Luiz Coelho Batista, filhos, netos e noras ao vereador Josivan pelas agressivas e desrespeitosas palavras dirigidas à nossa mãe Maria Augusta da Cunha Batista.

6 comentários:

  1. PARABENS PELO BELO TEXTO, SÓ ESQUECERAM DE DIZER QUE SÓ ESPERARAM MINHA MÃE SOCORRO BILIO, FALECER PARA ME DEMITIREM DO CARGO QUE OCUPAVA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO MARANHÃO EU E O SAUDOSO JULIO DANTAS

    ResponderExcluir
  2. SÓ PAGAM 40000 PELO ALUGUEL DAS DUAS GRANDIOSAS CASAS ALUGADAS PARA A PREFEITURA? PODEM ATÉ MOSTRAR O CONTRATO, MAS É UM CONTRATO POUCO DUVIDOSO. VOCÊ (DEUSIMAR) PENSA QUE O POVO É TROUXA, PRA ACREDITAR NESSA HISTÓRIA? NÃO ESTOU AQUI PARA DENEGRIR A IMAGEM DE NENHUMA FAMÍLIA PRINCIPALMENTE A FAMÍLIA BATISTA, CITADA NO TEXTO ACIMA, POIS É UMA GRANDE FAMÍLIA QUE RESPEITO MUITO E TENHO BASTANTE ADMIRAÇÃO E RESPEITO, MAS VIR POSTAR QUE O ALUGUEL DE CADA CASA É 2 MIL CHEGANDO A 4 MIL REIAS O ALUGUEL DAS DUAS, AÍ É DEMAIS. NOS POUPE .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, não entendi seu texto.
      1- 40.000 é o que você disse ? ("duas grandiosas.... alugada pra Prefeitura")
      2-Pode até mostrar o contrato, mas é um contrato pouco duvidoso (sic). Pouco duvidoso ou duvidoso?
      Não entendi nada desse teu texto, e acho que ninguém entendeu.Tu entendeu Deusimar ?
      Todo contrato tem que ter uma cópia em todos os orgãos de fiscalização(Câmara Municipal,Tribunal de Contas dos Estados, Ministério Público, etc, etc. Será que esse vereador está indo na Câmara ? Fiscalizar é serviço sério, não pode ser por fuxico ou ilação,suposição não. Vereador que trabalha assim vira coisinha de comadre,nhenhémnhém,futrica,baixaria,mesquinharia.
      Brasília-DF, 14 de maio de 2014

      Excluir
    2. Devia alugar por 100.000,00 (cem mil) Prefeituras não pagam em dia. Atrasam aluguel, água,luz . Se a pessoa tiver aquele imóvel com fonte de renda tá ferrado. Vai viver pegando dinheiro emprestado. Prefeituras atrasam até salário de pai de família. No interior do Maranhão, pior ainda.Não pagam multa por atraso.

      João Claudio

      Goiania-Go

      Excluir
  3. Também não acredito

    ResponderExcluir
  4. Todo contrato da Prefeitura Municipal,seja de serviços ou de aluguel tem que ter uma cópia na Prefeitura,uma cópia na Câmara Municipal, uma cópia no Tribunal de Contas dos Municípios/Tribunal de Contas do Estado e logicamente os vereadores, o Ministério Público tem direito e acesso aos mesmos.Se isso fosse verdade o Prefeito de Tuntum já estaria respondendo processo.

    Taguatinga-DF, 14 de maio de 2014

    ResponderExcluir